conecte-se conosco
Bruno Pivetti, técnico do CSA Bruno Pivetti, técnico do CSA

ALCSAÚltimas

Apresentado, Pivetti destaca legado de Mozart e indica sequência no CSA

Técnico também destacou metodologia de trabalho, estilo de jogo e mais; confira principais trechos da coletiva

Foto: Augusto Oliveira/ CSA

Publicados

em

O novo técnico do CSA, Bruno Pivetti, foi apresentado nesta terça-feira no CT do Nelsão. No clube, chega para substituir Mozart, que inclusive foi tema durante a entrevista coletiva. E de forma positiva. Isso porque Pivetti fez vários elogios ao antecessor, sugerindo que vai manter a linha de trabalho, sobretudo no aspecto ofensivo.

Mozart, aliás, deixou o Azulão porque recebeu proposta da Chapecoense, que vai disputar a Série A do Brasileiro – em Maceió, teve ótimo desempenho, batendo na trave na luta pelo acesso à elite na temporada passada.

“Recebo uma herança extremamente positiva de Mozart, acompanho o CSA desde a Série B do ano passado, que teve uma campanha de reabilitação extraordinária. O clube acabou ficando em quinto lugar e quase conquistou o acesso para a Série A. Sei que a qualidade do processo de trabalho era muito grande. Procurarei aproveitar da melhor maneira possível, principalmente na vertente ofensiva, o legado que Mozart deixou no CSA”, disse.

“Obviamente que, no dia-a-dia, conhecendo melhor o grupo, acharemos pontos de ajustes para que a equipe continue sendo competitiva e lute pelos nossos objetivos: o Campeonato Alagoano e o acesso para a Série A”, acrescentou Pivetti.

De cara, o primeiro compromisso do técnico à frente do Azulão será o clássico contra o CRB, neste sábado, às 17h, no estádio Rei Pelé, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Alagoano. Atualmente, o CSA está em segundo lugar, com 12 pontos, um abaixo

Confira outros trechos da apresentação

Gestão do grupo x tática: o que é mais importante?

“Não tenho uma hierarquia para aquilo que é mais ou menos importante. Acredito que a gestão do grupo é um elemento que catalisa o fato de nós colocarmos nossas ideias em prática, e também a metodologia de treinamento é fundamental para que possamos colocar nossas ideias junto aos jogadores, para que eles compreendam essas ideias e executem no campo”.

Atribuições do treinador

“Considero atribuições fundamentais de qualquer treinador três aspectos essenciais. Primeiro: a capacidade de gestão e liderança do treinador junto ao elenco de jogadores e também ao corpo diretivo dos clubes. Em segundo, vem a qualidade das ideias de jogo e do modelo de jogo que ele vai defender. Em terceiro, a metodologia de treino, que nada mais é que a ferramenta que nós utilizamos para colocar as nossas ideias em prática”.

Ideia de jogo

“Me pauto sempre pelo equilíbrio. Sou extremamente avesso aos rótulos, creio que uma equipe deve ser competitiva o tempo inteiro e lutar sempre pelo resultado positivo. A partir disso, temos que saber o que fazer quando temos a bola, quando não temos, quando perdemos e quando retomamos a posse. É isso que eu vou pautar o trabalho aqui no CSA para que possamos ter um equilíbrio completo dentro do nosso modelo de jogo. E isso nos dá também um leque nas diretrizes estratégicas de partida a partida, podendo ter uma análise dos adversários para, assim, conseguirmos elaborar o melhor planejamento de jogo tendo em vista o equilíbrio da equipe”.

Trending