conecte-se conosco

EstaduaisPEPernambucanoSanta CruzÚltimas

Santa Cruz estanca sangria, vence Retrô e se classifica no Estadual

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz
Avatar

Publicados

em

Sangria estancada. Depois de três jogos sem vitória, o Santa Cruz, enfim, voltou a somar três pontos. Em um jogo decisivo para as pretensões do clube na sequência do Campeonato Pernambucano, o Tricolor venceu o Retrô por 3 a 2, na Arena de Pernambuco, em jogo atrasado pela quarta rodada da competição. Os gols corais foram marcados por Elicarlos, Eduardo e Chiquinho, enquanto a Fênix descontou com Kauê e Neílson.

Com o resultado, o Santa Cruz está matematicamente classificado para as quartas de finais do Estadual, e hoje ocupa a terceira posição, com 10 pontos. O Retrô, por sua vez, aumenta seu jejum para cinco derrotas consecutivas na competição, e estaciona em sétimo lugar, com sete pontos.

Na próxima e última rodada da fase de grupos do Pernambucano, o Tricolor encara o Afogados da Ingazeira, no Vianão, e o Retrô enfrenta o Vitória das Tabocas, novamente na Arena, às 16h. Ambos os confrontos serão no domingo.

O tricolor acabou o jejum de 5 jogos e se classificou ao mata-mata estadual. Já o clube-empresa de Camaragibe sofreu o 5º revés seguido, inédito lá…

27 minutos e quatro gols

Foi um início de jogo morno na Arena de Pernambuco. Até os últimos 27 minutos. Com maior posse de bola, o Retrô tentava rondar a defesa do Santa Cruz que, por outro lado, bem postada, não dava espaços para o rival se aproximar do gol de Jordan. As únicas boas chances criadas ficaram uma de cada lado. Pipico marcou de cabeça após cruzamento de Ítalo Melo, mas o árbitro assinalou impedimento. No Retrô, Mayco Félix tentou uma bicicleta, mas fraca, para muito longe.

E foi assim até o Tricolor abrir o placar, em belo chute de Elicarlos. Aos, 27, o volante recebeu rebote na entrada da grande área e arriscou, no canto, sem chance para Rodrigo Carvalho defender. Mas, a partir daí, só deu Retrô. E em cinco minutos, o time de Camaragibe virou. Primeiro, empatou com Kauê, aproveitando cruzamento rasteiro de Neílson, e depois o próprio Neílson fez o 2 a 1.

O jogo, porém, ficou em aberto, com ambas as equipes dando muito espaço, e Eduardo, que tinha perdido grande chance minutos atrás, não perdoou. O lateral esquerdo do Santa Cruz recebeu bola na entrada da intermediária e finalizou muito bem, colocado, no canto do goleiro do Retrô, para deixar a Cobra Coral novamente no páreo.

Santa volta melhor, amplia e Retrô cansa

Diferentemente do primeiro tempo, as chances mais claras começaram a aparecer rapidamente. A primeira, logo aos sete minutos, com Mayco Félix se antecipando na primeira trave e cabeceando por cima do gol de Jordan. Mas depois, novamente, veio a ducha de água fria para o Retrô. Pipico foi derrubado na área por Delamore e o árbitro viu pênalti. Chiquinho cobrou com perfeição, tirando Rodrigo Carvalho e deixando o Santa Cruz à frente do marcador.

Após o gol tomado, o Retrô voltou ao cenário da primeira etapa: com a bola, mas sem objetividade. Não à toa, sequer finalizou ao gol de Jordan e, quando se lançava ao ataque, pecava muito na tomada de decisão, errando passes em demasia. Melhor para o Tricolor.

Ficha do jogo

Retrô 2

Rodrigo, Neilson, Delamore, Baumer e Negueba (Edson); Romarinho, Gelson e Jaildo (Thiaguinho); Kauê (Fabiano), Mayco Félix (Ruan Costa) e Janderson (Erikys). Técnico: Nílson Correia.

Santa Cruz 3

Jordan, Ítalo Melo (Jadson), Júnior Sergipano, Wiliam Alves e Eduardo (Marcel); Elicarlos (Caetano), Derley (Ítalo Henrique) e Chiquinho; Madson, Augusto César (Quiñonez) e Pipico. Técnico: Roberto de Jesus.

Trending