conecte-se conosco

NáuticoPEPernambucanoÚltimas

Vice-presidente do Náutico critica arbitragem do clássico: “Gol lícito”

Foto: Caio Falcão/CNC

Publicados

em

Apesar da arbitragem de vídeo, o vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, ficou insatisfeito com a atuação do VAR no empate por 1×1 contra o Sport, neste domingo (16), na Arena de Pernambuco, pela ida da final do Campeonato Pernambucano. A maior reclamação do dirigente alvirrubro é pelo gol anulado de Kieza.

Aos 29 minutos do segundo tempo, Giovanny chutou e Kieza, dentro da pequena área, empurrou para o fundo das redes. No momento do lance, o bandeira anulou o gol e, após revisão do VAR, a decisão do campo foi mantida. A decisão, no entanto, gerou críticas de Diógenes Braga.

“Qualquer avaliação é do árbitro de vídeo quando tem VAR. Nós tivemos um gol lítico anulado. Então, era para gente ter uma vantagem para a volta. Isso prova que a luta do Náutico para ter o VAR é justa porque com o VAR a gente é prejudicado imagine sem. É só isso que eu tenho a dizer”, ressaltou o dirigente em entrevista à Rádio Jornal.

Náutico e Sport voltam a se enfrentar no próximo domingo (23), às 16h, pelo jogo de volta da final do Pernambucano. O duelo ainda não tem local confirmado, mas tende a ser nos Aflitos. A diretoria alvirrubra está tentando concluir os trabalhos da reforma do gramado até o final de semana.

Ouça a partir do minuto 110′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending