conecte-se conosco

PotiguarRNÚltimas

Árbitro relata xingamento e ameaças após derrota do ABC no Potiguar: “Vou lhe pegar”

Léo Moura / ACDP

Publicados

em

A derrota do ABC para o Potiguar por 1 a 0 no último domingo, com o gol da equipe de Mossoró sendo marcado aos 50 minutos do segundo tempo, ainda segue dando o que falar. No final da tarde desta segunda-feira (17), a Federação Norte-rio-grandese de futebol divulgou a súmula da partida, na qual o árbitro Leonilson Fernandes Trigueiro Filho descreve a confusão ocorrida após o jogo, com xingamentos proferidos por parte do dirigentes do ABC.

No documento, o árbitro relata a invasão de campo por parte vice-presidente de futebol abecedista André Gustavo Cartaxo e de mais dois dirigentes, Herdy Pinheiro e Cleber Romualdo Melo. Segundo o árbitro, os três foram contidos pelo policiamento. Houve ainda xingamentos e ameaças.

“O senhor Gustavo Cartaxo, de forma acintosa, protestou contra a equipe de arbitragem, em tom de ameaça, dizendo as seguintes palavras: “SEU VAGABUNDO, VOCÊ É UM VAGABUNDO, VOCÊ VAI VER. SEU FILHO DA PUTA, SEU BUCETA…” entre outros xingamentos, que continuaram após os invasores serem conduzidos pela PM ao túnel que dá acesso ao vestiário de sua equipe. Condução esta que só foi possível com o uso da força. O senhor HERDY PINHEIRO também proferiu xingamentos, os quais não foram audíveis devido ao tom utilizado por GUSTAVO CARTACHO se sobrepor ao seu. O senhor CLEBER ROMUALDO falou as seguintes palavras: “EU VOU LHE PEGAR, SEU SAFADO, EU SEI QUEM VOCÊ É.” (sic)”, escreveu na súmula.

O árbitro ainda relatou que os três dirigentes, durante a partida, já haviam proferido xingamentos contra a arbitragem. “Informo que os três senhores do Staff do ABC FC citados acima (RODRIGO CARTAXO, HERDY PINHEIRO e CLEBER ROMUALDO). Ficaram durante toda a partida com atitudes de torcedor nas cadeiras destinadas às delegações das equipes, com xingamentos a arbitragem e adversários.”

Leonilson Fernandes Trigueiro, porém, não registrou na súmula a suposta ofensa racista dita pelo preparador de goleiro do ABC Francisco de Assis ao supervisor do Potiguar, Saulo Moreira. Segundo o dirigente da equipe de Mossoró, o preparador o chamou de “macaco” e “negro bosta”, após a partida. A denúncia está sendo investigada pela polícia. O árbitro da partida anexou à súmula da partida, matérias publicadas na imprensa sobre o episódio.

Com a derrota, o ABC caiu para a terceira colocação da Copa Rio Grande do Norte, equivalente ao segundo turno, com sete pontos, dois a menos que o Santa Cruz de Natal, segundo colocado. O América-RN, com dez, lidera. Apenas os dois primeiros decidem a fase. O Globo-RN foi o vencedor do primeiro turno e com isso já está na final do Estadual. Veja a classificação do segundo turno do Potiguar.

Trending