conecte-se conosco

EstaduaisNáuticoPEPernambucanoSportÚltimas

Após vice, Louzer explica mudanças no Sport e reconhece Náutico superior nos dois jogos

Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Publicados

em

Depois de empatar em um 1 a no tempo normal e perder o título do Campeonato Pernambucano nos pênaltis para o Náutico, o técnico do Sport, Umberto Louzer, questionado pela imprensa, explicou as mudanças que fez no time titular na final. Para o início da partida, o treinador optou por colocar Thiago Neves como falso nove, desbancando o prata da casa Mikael, por questões físicas, conforme indicou. Além disso, falou também sobre a entrada de um terceiro volante, no caso Zé Welison. Ao mesmo tempo, o comandante rubro-negro também reconheceu a superioridade do Timbu nas decisões do Estadual, tanto na Arena, no último domingo, quanto nos Aflitos.

Veja a coletiva, na íntegra

Mudanças na escalação

“O Thiago, no ano passado, em outras oportunidades no ano passado, ele já jogou como falso nove. A gente tinha Mikael ,que ficou um período sem treinar, um atleta que não ia aguentar de início, e no jogo passado ,quando optamos pelo Trellez, a gente não encaixou nosso jogo. Então era uma ideia de uma outra formatação, treinamos assim nessa semana, a semana fluiu muito bem e nós acreditávamos na tarde de hoje que essa formatação, de início, daria equilíbrio de meio campo, equilibro de equipe na fase defensiva e também uma fase melhor de construção ofensiva, de agressividade maior, com essas flutuações. Então por isso nós optamos pela entrada do Thiago Neves e não com um atleta da origem.

Ausência de Gustavo

“Com nossa estrutura de início, como o Tiago Lopes ficou na suplência, é um atleta que tem a mesma característica. nós optamos por ele, levar dois atletas, dois atacantes para uma possível emergência, como acabou acontecendo, e outros atletas para ter uma iniciação, a depender de como o jogo ia acontecer, então por isso nos optamos o Thiago Lopes em relação ao Gustavo”.

Superioridade do Náutico

“Temos que ser realistas, na somatória dos dois jogos e devido ao entrosamento da equipe adversário, se somar tudo eles foram superiores. A meu ver no jogo de hoje a gente gerou uma dificuldade, claro que precisamos corrigir, temos uma competição longa pela frente, contra grandes equipes mas vamos continuar trabalhando e evoluindo para que possamos conseguir os objetivos ao longo da temporada”. Náutico leva vantagem na questão do entrosamento, é uma equipe que já tem o treinador desde a temporada passada, isso ajuda bastante, é a mesma equipe que terminou a Série B com alguma reforços, sabemos que o futebol quanto mais entrosamento a mecânica de jogo flui mais naturalmente. Estamos em busca disso, é início de trabalho, atletas retornando de lesão, atletas chegando. Temos que o quanto antes encorpar e encaixar esse sincronismo, entrosamento. Mas isso vem com jogos, com tempo. Temos identificado o que precisamos melhorar. Vamos continuar trabalhando que essa é a única solução.

Resposta do elenco

“Tenho certeza que iremos dar uma resposta melhor, é claro que isso demanda um pouco de tempo para que consigamos encaixar e conseguir o entrosamento. Mas acredito muito nesses atletas, vamos trabalhar bastante, corrigir. Mesmo mas vitórias sempre falamos em evolução, correção. E agora temos uma semana para trabalhar, vamos trabalhar fortes e condicionar esses atletas, o próprio Mikael também que ficou um período sem atuar, outros atletas retornando para que consigamos uma equipe um pouco mais equilibrada nesse aspecto físico também para que assim eles consigam potencializar as capacidades. Então em busca disso que iremos e tenho certeza que daremos uma resposta muito boa nessa competição que virá”.

Ouça agora:

Trending