conecte-se conosco
Weriton, lateral-direito do Santa Cruz Weriton, lateral-direito do Santa Cruz

PESanta CruzSérie CÚltimas

Com Weriton, Santa Cruz chegará ao 8º atleta a atuar na lateral direita em 2021

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

A lateral direita do Santa Cruz é um calo na atual temporada. Por lá, já atuaram sete jogadores diferentes desde o começo da temporada. Os atletas de origem, Digão, Fernando Pileggi, Augusto Potiguar (que já deixou o clube), Marcel e Jadson, além do zagueiro Ítalo Melo e o volante Derley, improvisados. Com o recém-chegado Weriton, vindo do Marcílio Dias-SC, serão oito. Número altíssimo para um time que disputou 21 partidas na temporada. Com isso, o novo contratado se coloca à disposição de Bolívar para atuar os 90 minutos, se preciso for.

“Eu vinha jogando, estou em uma sequência de jogos e a briga é sadia pela titularidade. Tem o outro lateral também (Digão) e eu estou preparado. Se ele (Bolívar) precisar de mim, pode contar comigo que eu estou preparado. (Tenho) muita garra e determinação, vou dar a vida por esse clube. É uma oportunidade que eu estava esperando há muito tempo”, afirmou Weriton.

Atual titular, Digão atuou na lateral direita do Santa Cruz nas três últimas partidas do clube no Campeonato Pernambucano. Os que mais atuaram na posição foram Augusto Potiguar e Ítalo Melo, em 10 jogos ao todo. Ítalo, porém, variava com a função de terceiro zagueiro. O volante Derley fez uma partida no setor, improvisado no clássico contra o Náutico pelo técnico Alexandre Gallo.

Enquanto isso, Pileggi atuou 45 minutos contra o Sete de Setembro, e Jadson da mesma forma, no segundo tempo desta partida, juntamente com 23 minutos contra o Retrô. Marcel, que atuou mais como ponta, foi puxado para a ala direita em alguns momentos de partidas, em variações de jogo. Weriton é mais uma tentativa do Santa Cruz de estancar este problema que vem o assombrando desde o começo da temporada, após a saída de Toty.

Weriton vinha em boa fase pelo Marcílio Dias-SC, time eliminado nas semifinais do Campeonato Catarinense pela Chapecoense. O atleta foi titular nos 14 jogos que disputou, sendo substituído somente em um. Desta forma, o atleta se denominou como um jogador ofensivo e que pretende ajudar muito no ataque coral. “Sou um lateral bastante ofensivo, mas quando preciso cobrir na linha de quatro eu faço bem também. Eu gosto mesmo é de atacar”, concluiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending