conecte-se conosco

ParaibanoPBÚltimas

Em jogo com invasão de abelhas, Sousa bate São Paulo e vai à final do Campeonato Paraibano

Foto: Jefferson Emmanuel / Sousa

Publicados

em

Time de melhor campanha na competição, o Sousa é o primeiro finalista do Campeonato Paraibano 2021. A vaga sertaneja foi confirmada após a vitória por 1 a 0 sobre o São Paulo Crystal, no estádio Marizão, na tarde desta terça-feira. Com isso, o clube volta a decidir o estadual após nove anos. Ao todo, será a quinta decisão do Dinossauro na história do Paraibano, com o clube conquistando o título em 1994 e 2009 e ficando com o vice em 1995 e 2012.

O gol da vitória foi marcado pelo zagueiro Rony Lobo, de cabeça, aos dois minutos do segundo tempo. Com a vaga na final, o Sousa garante também presença na Copa do Brasil e na Série D de 2022. Caso levante o título fica também com uma vaga na próxima Copa do Nordeste.

O outro finalista do Paraibano será conhecido nesta quarta-feira (2) em jogo único entre Botafogo-PB e Campinense, no Almeidão. Por ter melhor campanha na competição, o Sousa terá a vantagem de decidir o título, no jogo de volta, em casa

O jogo

O primeiro lance de “emoção” da partida não veio com a bola rolando. Logo aos sete minutos, os jogadores dos dois times e o trio de arbitragem precisaram se jogar no chão após um enxame de abelhas sobrevoar o gramado do Marizão, com a partida precisando ficar paralisada por dois minutos.

Enxame de abelhas assustou jogadores no início da partida  (Foto: Reprodução / Jornal da Paraíba)

Após a retomada do jogo, os dois times fizeram um duelo equilibrado no primeiro tempo, com o Sousa só ameaçando com mais perigo nos minutos finais, com direito ao atacante Rodrigo Poty mandar uma bicicleta despretensiosa e a bola beliscar a trave do São Paulo Crystal, aos 46 minutos.

Na etapa final, os donos da casa não demoraram para ser mais efetivos. Logo aos dois minutos, o mesmo Rodrigo Poty mandou novamente na trave. Pouco depois, o Sousa, enfim, abriu o placar após Lineker cruzar e Rony Lobo testar sem defesa para o goleiro.

Em desvantagem, o São Paulo foi ao ataque e criou boas chances de empatar. Mas foi o Sousa que teve a melhor oportunidade. Aos 46, Arisson recebeu dentro da área e, sozinho, e finalizou na trave. No rebote, Daniel Costa completou, mas Gustavo salvou em cima da linha o segundo gol sertanejo. Não fez falta.

Ficha do jogo

Sousa 1
Ricardo, Arisson, Roni Lobo, Marcelo Duarte e Weslley (Gilson); Liniker, Daniel Costa, Juninho e Wesley Soares (Almir); Rodrigo Poty (Cassiano) e Dentinho (Gabriel).

São Paulo Crystal 0
Nunes, Gustavo, Cleiton, Gualberto e Guilherme (Maceió); Augusto Recife, Léo Henrique (Isaías) e Robert (Mael); Henrique, Biro Biro (Pio) e Leandro Cearense

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending