conecte-se conosco

Copa do BrasilPIÚltimas

Em jogo histórico, 4 de Julho vence São Paulo pela Copa do Brasil

Foto: Reprodução/Twitter do 4 de Julho

Publicados

em

A noite desta terça-feira, dia 1º de junho de 2021, ficará marcada na história do 4 de julho. A data simboliza o maior jogo da trajetória do clube até então. E que partida! No Albertão, em Teresina, pela terceira fase da Copa do Brasil, o Gavião Colorado não apenas jogou de igual para igual como venceu o São Paulo, um dos gigantes do futebol brasileiro, por 3×2, depois de sair na frente, tomar a virada e recuperar a vantagem.

A equipe piauiense abriu o placar no início da partida com um gol contra de Orejuela contra. Eder empatou e virou, mas Gilmar Bahia deixou tudo igual ainda no primeiro tempo. Na etapa complementar, Rômulo confirmou a memorável vitória do 4 de Julho. O São Paulo ainda teve um gol mal anulado no último lance da partida.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima terça-feira (8), às 19h, no Morumbi, com a vantagem do empate para o Gavião. O Tricolor terá de vencer por um gol de diferença para levar a decisão para os pênaltis ou por dois gols para avançar direto às oitavas de final.

Sequência positiva

Nos últimos 15 jogos, já somando a partida contra o São Paulo, o 4 de Julho perdeu apenas uma vez e para o Altos por 4×3, pelo Piauiense. Neste período, foram ainda seis vitórias e oito empates. A equipe também conquistou o terceiro triunfo seguido e não perde há sete partidas.

Dois pra lá e dois pra cá

É bem verdade que o São Paulo entrou com um time bastante modificado e recheado de reservas. Mas o 4 de Julho não tinha nada a ver com isso e buscou o ataque desde o início. Apesar dos primeiros minutos com um pouco desorganização, a equipe piauiense abriu o placar aos 8 minutos. Esquerdinha cobrou escanteio, Lucas Perri espalmou e a bola bateu em Orejuela antes de entrar. Gol contra do jogador tricolor.

O São Paulo reagiu e virou o placar com gols em sequência com Éder. O atacante recebeu de Shaylon e tocou por cima do goleiro Jailson para deixar tudo igual, aos 21 minutos. Já aos 29, Welligton cruzou, Eder recebeu, driblou o goleiro e chutou forte para anotar a virada dos visitantes.

O 4 de Julho, no entanto, teve forças para buscar um novo empate ainda no primeiro tempo. Aos 45 minutos, Orejuela se atrapalhou ao afastar a bola após cobrança de falta cruzada na área e Gilmar Bahia mandou para o fundo das redes.

História na bola parada

O São Paulo tentou impor o seu favoritismo na volta do intervalo de qualquer forma e pressionou, mas não teve efetividade no setor ofensivo. Eder, mais uma vez, tentou e obrigou o goleiro Jailson a fazer uma grande defesa.

O Gavião Colorado foi mais eficiente e utilizou, novamente, da jogada de bola parada para balançar as redes. Após falta cobrada na área, Rômulo cabeceou e marou o gol da vitória piauiense aos 20 minutos. Mesmo com tanto tempo para o final do jogo, o 4 de Julho soube se segurar, ainda teve chances de contra-atacar e se aproveitou do nervosismo do adversário para segurar o importante resultado. No último lance, o Tricolor chegou a balançar as redes com Galeano, mas o bandeira marcou impedimento e o gol foi anulado. O jogador são-paulino, porém, estava em posição legal.

Ficha do jogo

4 de Julho 3
Jaílson; Edy, Gilmar Bahia, Marcelo e Chico Bala; Vitor Recife (Cinelton), Rômulo e Hiltinho (Lucas Pederzoli); Ítalo Pica-Pau (Kaká), Esquerdinha e Dudu Beberibe (Eltinho). Técnico: Fernando Tonet.

São Paulo 2
Lucas Perri; Orejuela, Rodrigo Freitas e Diego; Galeano, Hernanes, William (Talles), Shaylon e Weligton; Eder e Vitor Bueno (Nathan). Técnico: Hernán Crespo.

Local: Estádio Albertão, em Teresina-PI.
Árbitro: Zandick Gondim Alves Junior (RN)
Assistentes: Vinicius Melo de Lima (RN) e Francisco de Assis da Hora (RN)
Gols: Orejuela (São Paulo, contra); aos 8 do 1ºT; Eder (São Paulo), aos 21 e aos 29 do 1ºT; Gilmar Bahia (4 de Julho), aos 45 do 1ºT; Rômulo (4 de Julho), aos 20 do 2ºT.
Cartões amarelos: Marcelo e Chico Bala (4 de Julho); Talles e Shaylon (São Paulo).

Trending