conecte-se conosco

BACopa do BrasilÚltimasVitória

Ramon fala sobre motivação de estrear como técnico do Vitória: “Representa muito”

Foto

Publicados

em

A partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil contra o Internacional, na Arena Beira-Rio, marca a estreia de Ramon Menezes como técnico do Vitória. Como jogador, Ramon foi ídolo da torcida rubro-negra, em duas passagens, entre 1994 e 1995 e entre 2008 e 2010. Nesse período, o título da Copa do Nordeste de 2010 e cinco Campeonatos Baianos. Por tudo isso, o treinador não escondeu a motivação e a responsabilidade em ajudar o clube na temporada.

Como técnico, Ramon trabalhou na Anapólis, Guarani-MG, Joinville, Tombense, além de Vasco e CRB. “Representa muito, todo mundo sabe do carinho, respeito e gratidão que tenho por esse clube. Cheguei muito jovem, tive uma segunda oportunidade mais experiente. O que marcou a história dentro do clube foram as minhas atuações como jogador, as conquistas que tivemos. E agora o objetivo, a meta é, como treinador, também conseguir alcançar isso dentro do clube”, destacou.

E a primeira missão de Ramon será tentar classificar o Vitória para as oitavas de final da Copa do Brasil. Missão difícil, uma vez que o Leão foi derrotado no jogo de ida, no Barradão, por 1 a 0. Com isso, precisa de um triunfo por dois gols de diferença para avançar direto. Ou por um para levar a decisão para os pênaltis. Além disso, o Vitória não vence há cinco jogos, com três derrotas e dois empates, pelo Campeonato Baiano, Série B e Copa do Brasil.

“O que a gente sempre pede é jogar futebol, prazer de jogar futebol com e sem a bola. É ter atitude, espírito, são coisas fundamentais. E vejo isso nesse grupo. Claro que ainda é pouco tempo para trabalhar, fazer muitas alterações, variações. Se você estudar o Vitória e vir de longe, é completamente diferente do dia a dia. Agora tenho essa oportunidade de estar no dia a dia e conhecer os atletas”, pontuou.

“Estou estudando muito, vendo a característica dos jogadores, para que a gente possa entrar nesse jogo decisivo contra o Inter, que vale muito, com uma postura inteligente”, encerrou o comandante rubro-negro.

Com relação a escalação, a tendência é que Ramon mantenha a equipe que entrou em campo na derrota por 1 a 0 para o Náutico na última segunda-feira, pela Série B. Lesionado, o goleiro Ronaldo segue de fora. Com isso, a meta do Vitória segue sob responsabilidade de Lucas Arcanjo.

Trending