conecte-se conosco

PotiguarRNÚltimas

Inédito: Globo empata com o ABC e é campeão Potiguar pela primeira vez

Águia conseguiu vaga direta no Nordestão; Alvinegro vai à fase pré

Publicados

em

História no Rio Grande do Norte. Cirúrgico para abrir o placar com Negueba e resistir à pressão do ABC, que criou mais e pressionou, o Globo empatou em 1 a 1, na noite desta quarta-feira, no Frasqueirão, e conquistou o título do Campeonato Potiguar pela primeira vez, após oito anos de fundação – a ida havia sido 2 a 1 na semana passada.

Título inédito do Globo no RN fecha a lista de participantes da Copa do Nordeste de 2022

Cenário da Copa do Nordeste

Com o título deste ano, a Águia, enfim, solta o grito de campeão após bater na trave duas vezes (2014 e 2017). Além disso, se credenciou também para participar da próxima edição da Copa do Nordeste já na fase de grupos, enquanto o ABC vai disputar a eliminatória. O América-RN, por sua vez, fica de fora.

O jogo

Precisando reverter o resultado, o ABC com tudo, tentando pressionar o Globo em buscar de abrir o placar cedo. E logo aos seis minutos por pouco não marcou um gol olímpico em cobrança de escanteio onde Marcos Antônio acertou a trave.

Passada a tentativa de abafa inicial, o Alvinegro seguiu com mais posse de bola, mas encontrou dificuldades para entrar na área e abusou de bolas aéreas, até mesmo em laterais próximos à linha de fundo, porém, sem sucesso.

Já o Globo se posicionou bem na defesa na maior parte do tempo a fim de diminuir o ímpeto do ABC e ainda teve espaço para contra-ataque, mas só conseguiu levar perigo em uma escapada de Xilú pela direita, que entrou na diagonal da grande área e tentou chute cruzado, mas a bola foi para fora.

A etapa inicial, aliás, ainda reservou uma polêmica. Nos acréscimos, Marcos Antônio recebeu passe entrando na grande área e foi derrubado ao sofrer um pisão no tornozelo, porém, a arbitragem nada marcou – para forte reclamação dos jogadores do ABC.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, Moacir Júnior colocou o ABC pra frente e acionou Ederson no lugar de Valderrama. E a mudança surtiu efeito, com o Alvinegro impondo uma blitz no início do segundo tempo. Nos primeiros 15 minutos, foram ao menos quatro boas chegadas – chute cruzado perigoso de Netinho, finalizações de Ederson e Levi, cabeceio de Helitão – mas parou no jovem goleiro Luiz Henrique, que brilhou.

Focado em se defender e segurar o ímpeto do ABC, o Globo teve dificuldades para sair para o jogo. Bastou, entretanto, uma investida para abrir o placar no segundo tempo. Negueba recebeu lançamento por trás da defesa, avançou pela esquerda e bateu cruzado, sem chance de defesa, aos 20 minutos.

O gol não mudou o cenário do jogo, que seguiu com o Alvinegro pressionando. E o Alvinegro teve, primeiramente, uma grande chance de marcar: aos 30 minutos, Levi recebeu passe dentro da área e foi derrubado pela marcação, que chegou atrasada e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, Éderson bateu no canto mas Luiz Henrique pulou bem e espalmou para a linha de fundo.

A chance desperdiçada, porém, não fez falta. Isso porque na cobrança do escanteio Levi cruzou na cabeça de Helitão que subiu bem e testou firme, no canto, para deixar tudo igual.

Na reta final, o Alvinegro foi para o tudo ou nada, contudo, o Globo conseguiu se segurar, em uma grande atuação de Luiz Henrique para assegurar o título potiguar. E fazer história.

Ficha

ABC 1

Wellington; Netinho, Helitão, Vinicius Paulista, Alan Pedro; Valderrama (Éderson), Claudinho, Levi, Marcos Antônio; Alisson Cassiano e Bruno Souza. Técnico: Moacir Júnior

Globo 1

Luiz Henrique; Felipinho, Mael, Raniery, Leozinho; Ramon, Erick Varão (Félix), Hítalo (Gabriel Recife); Negueba, Xilú e Erick. Técnico: Hugo Chacon

Local: Frasqueirão, Natal
Gols: Negueba (GLO), Helitão (ABC)
Cartões amarelos: Marcos Antônio (ABC)

Trending