conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Com um a mais desde o 1ºT, Bahia vence Athletico e entra no G4

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Publicados

em

O Bahia sofreu, teve dificuldades, mas venceu e entrou no G4 da Série A do Campeonato Brasileiro. Com um a mais desde os 14  minutos do primeiro tempo, quando Richard foi expulso, o Esquadrão derrotou o Athletico por 2×1 com gols de Patrick de Lucca e Rossi, enquanto Terans anotou para o Furacão, na noite desta quinta-feira (24), em Pituaçu.

O triunfo colocou o Bahia no 4º lugar com 11 pontos. Na próxima rodada, no domingo (27), o Tricolor enfrenta o Bahia, às 20h, no Allianz Parque. Já o Athletico ficou na vice-liderança com 12 pontos e receberá a Chapecoene, no mesmo dia e horário.

Vantagem em campo e empate no placar

O primeiro tempo teve de tudo em Pituaçu e o Bahia perdeu uma grande oportunidade de ficar em vantagem. Logo aos 12 minutos, Richard, do Athletico, recebeu o cartão vermelho direto após acertar o rosto de Rodriguinho com o pé.

Na sequência, aos 16 minutos, o Esquadrão abriu o placar. Rossi cobrou escanteio e Patrick de Lucca cabeceou no canto de Santos. Por lesão, o Bahia foi obrigado a fazer a primeira mudança ainda na etapa inicial. Com um problema muscula, Conti ainda perdeu Conti foi substituído por Luiz Otávio. 

Apesar do placar favorável, a equipe de Dado Cavalcanti não soube administrar e tentar ampliar a vantagem. O Athletico conseguiu manter a posse de bola e, mesmo com menos um, empatou. Aos 39, Abner cruzou, Terans girou sobre a marcação e chutou para deixar o marcador em 1×1. 

Bahia pressiona e marca

Na volta do intervalo, enfim, o Bahia conseguiu se aproveitar da superioridade numérica. De início, teve dificuldades para furar as linhas baixas do Athletico e, por isso, arriscou chutes de fora da área. Porém, também cedeu espaços para o contra-ataque e viu Christian acertar a trave num arremate da entrada da área.

Mas o Tricolor chegou ao gol aos 24 minutos. Oscar Ruiz cruzou, Juninho e Gilberto disputaram a bola, que sobrou para Rossi completar para o fundo das redes. Para não repetir o erro do primeiro tempo, o Bahia seguiu com a posse de bola e no campo de ataque. Se não conseguiu ampliar a vantagem, ao menos não sofreu sustos e garantiu o triunfo. Nos últimos minutos, Marcinho ainda foi expulso e o Furacão ficou com dois a menos e o Esquadrão teve um gol anulado de Nino Paraíba.

Ficha do jogo

Bahia 2
Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti (Luiz Otávio), Juninho e Juninho Capixaba; Patrick de Lucca, Daniel e Thonny Anderson (Gilberto); Rodriguinho, Rossi e Maycon Douglas (Oscar Ruiz). Técnico: Dado Cavalcanti.

Athletico 1
Santos; Pedro Henrique, Zé Ivaldo (Léo Cittadini) e Thiago Heleno; Marcinho, Richard, Christian (Jadson), Terans (Fernando Canesin), Vitinho (Erik) e Abner Vinícius; Renato Kayzer (Carlos Eduardo). Técnico: António Oliveira.

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador-BA.
Árbitro: Antonio Dib Moraes de Sousa (PI)
Assistentes: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)
Gols: Patrick de Lucca (Bahia), aos 16 do 1ºT; Terans (Athletico), aos 39 do 1ºT; Rossi (Bahia), aos 24 do 2ºT.
Cartões amarelos: Thonny Anderson e Daniel (Bahia); Erik (Athletico).
Cartão vermelho: Richard e Marcinho (Athletico).

Ouça a partir do minuto 14′:

Trending