conecte-se conosco
Confiança foi derrotado pelo Coritiba em casa Confiança foi derrotado pelo Coritiba em casa

ConfiançaSESérie BÚltimas

Apático, Confiança é dominado e perde para Coritiba no Batistão

Foto: Coritiba/Divulgação

Publicados

em

Em um jogo apático dentro de casa, na Arena Batistão, o Confiança foi derrotado pelo Coritiba por 1 a 0 em partida válida pela 8ª rodada da Série B. O gol foi marcado pelo atacante Waguininho. O Dragão não teve poder ofensivo na etapa inicial e foi dominado pelo Coxa. Já no segundo tempo, apesar de mudar de postura, pesou contra a expulsão do volante Serginho. Assim, esbarrou na forte marcação do Alviverde e não conseguiu buscar o empate.

Com o resultado, o Confiança caiu momentaneamente para a 13ª colocação da Série B, com oito pontos., e pode cair ainda mais na tabela com o desenrolar da rodada. Já o Coritiba segue na segunda colocação, agora com 16 pontos, na busca ao Náutico. O Dragão volta a campo no sábado (3), às 16h30, contra o Vasco, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro. O Coxa recebe o Remo na sexta (2), às 19h30, no Couto Pereira.

Confira a classificação da Série B

Dragão apático e Coritiba se impõe

O primeiro tempo não contou com muitas emoções. O Coritiba tinha uma posse de bola grande – 62%, de acordo com o site Sofascore – e rondava bastante a área do Confiança, que se resguardava e buscava espaços para sair em contra-ataque, se utilizando de uma marcação com linhas baixas e da velocidade dos pontas. Entretanto, o Dragão errou bastante nessas saídas e, sem muita inspiração, pouco incomodou o Coxa.

O Alviverde teve sua primeira oportunidade aos 19 minutos. Igor Paixão recebeu pela direita, invadiu a área e bateu sem muito ângulo, assustando o goleiro Rafael Santos. A bola cruzou a pequena área toda e não tinha ninguém para empurrar para o gol. Aos 31, foi a vez de Val, em cobrança rasteira de falta, chegar com perigo e obrigar Rafael Santos a espalmar.

Porém, aos 40, não teve jeito. Robinho cruzou pela esquerda e Waguininho subiu mais que a marcação, cabeceando para as redes. A única oportunidade do Confiança aconteceu aos 46, com Alex Henrique, que bateu dentro da área, por cima do gol.

Confiança com um a menos, sem poder de reação

O Dragão tentou se lançar ao ataque, mudando a postura da primeira etapa. Aos dois minutos, Alex Henrique recebeu passe em profundidade e saiu na cara de Alex Muralha, que fez bela defesa. O Coxa se resguardou mais, tentando fechar espaços e conter o ímpeto dos donos da casa. O jogo começou a ficar morno e a expulsão de Serginho, aos 14 minutos, contribuiu ainda mais para isso. O volante chegou de carrinho em cima de Waguininho e tomou o segundo amarelo, levando o segundo amarelo e, por consequência, o cartão vermelho. Assim, o Confiança encontrou ainda mais dificuldades para atacar desse jeito, com um a menos.

Numa das raras escapadas do Dragão, após cruzamento pela direita, a bola sobrou para Ítalo, que bateu prensado. A bola resvalou no marcador e saiu para escanteio, levando certo perigo à meta defendida por Wilson. Numa tentativa de blitz na reta final do jogo. Ítalo foi quem mais buscou finalizações, arriscando de fora da área aos 39 para defesa segura de Muralha, e aos 43, de bicicleta, mandando para fora. Pouco para evitar o tropeço dentro de casa.

Ficha do jogo

Confiança (0)

Rafael Santos; Marcelinho, Nirley, Nery Bareiro (Leandro Silva) e João Paulo; Serginho, Jhemerson (Álvaro) e Daniel Penha; Luidy (Ítalo), Neto Berola (Robinho) e Alex Henrique (Gustavo Ramos). Técnico: Rodrigo Santana

Coritiba (1)

Wilson; Natanael, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro (Romário); Willian Farias (Matheus Sales), Val (Jhony Douglas) e Robinho (Luiz Henrique); William Alves (Igor), Waguininho e Igor Paixão. Técnico: Gustavo Morínigo.

Local: Arena Batistão, em Aracaju-SE.

Árbitro: Jose Ricardo Vasconcellos Laranjeira (AL).

Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araújo e Rondinelle dos Santos Tavares (ambos AL).

Gol: Waguininho, aos 40′ do 1ºT (COR).

Cartões amarelos: Nery Bareiro e Serginho (CON); Guilherme Biro, Willian Farias e Waguininho (COR).

Cartão vermelho: Serginho (CON).

Ouça a partir do minuto 74′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending