conecte-se conosco
Roberto Fernandes, técnico do Santa Cruz Roberto Fernandes, técnico do Santa Cruz

PESanta CruzSérie CÚltimas

Aproveitamentos recentes de Roberto Fernandes dão margem para livrar Santa da Série D

Publicados

em

É clichê dizer que a situação do Santa Cruz na Série C, hoje, é difícil. Não teria como ser diferente: o clube figura na lanterna do seu grupo, a seis pontos de sair da zona de rebaixamento, e é o único que ainda não venceu no campeonato. Por isso, é preciso ir para a ponta do lápis.

Até o restante da primeira fase, o Tricolor precisa vencer seis das próximas 11 partidas restantes para se safar do rebaixamento à Série D. Ou seja: garantir um desempenho de 54,5%. Feito que, se depender dos números recentes de Roberto Fernandes, é bem factível de ser alcançado.

Isso porque, traçando uma média de aproveitamentos do treinador nas equipes em que esteve à frente nos últimos quatro anos – CRB (2x), ABC e América-RN -, além da primeira passagem pelo próprio Santa Cruz, Roberto alcançou exatamente este número.

No recorte, foram 99 jogos disputados. O técnico venceu 41, empatou 39 e perdeu 18. Somou, portanto, 162 dos 297 pontos em jogo. Caso siga a tônica com o Santa Cruz, que volta a campo neste sábado (17), diante da Tombense, no Arruda, será o rendimento suficiente para livrar a Cobra Coral da temida queda à Série D.

É bem verdade que os números iniciais de Roberto no clube não são animadores – e se somam aos baixos desempenhos dos ex-técnicos Brigatti, Gallo e Bolívar, e do próprio time na temporada, com apenas cinco vitórias em 29 partidas -, mas, por outro lado, é possível enxergar um horizonte, ainda que sob muitas dificuldades.

Até porque, por exemplo, o último trabalho de Roberto Fernandes, no CRB, tem certas semelhanças com a situação vivida atualmente pelo Santa Cruz. O técnico chegou no Galo com a missão de livrar o time do rebaixamento na Série B, e conseguiu. Em um recorte de nove jogos, venceu seis, inclusive o da sua estreia, e perdeu os restantes, em uma remontada surpreendente, praticando dobrando o desempenho do time na reta final do Brasileiro.

Desempenhos de Roberto Fernandes (2018-2021)

Santa Cruz (2018)
14 jogos
6 vitórias, quatro empates e três derrotas (22P)
Aproveitamento: 52,3%

CRB (2018-2019)
32 jogos
13 vitórias, 15 empates e quatro derrotas (54P)
Aproveitamento: 56,5%.

ABC (2019)
9 jogos
2 vitórias, cinco empates e duas derrotas (11P)
Aproveitamento: 40,7%

América-RN (2020)
17 jogos
6 vitórias, oito empates e três derrotas (26P)
Aproveitamento: 51%

CRB (2020-2021)

27 jogos
14 vitórias, sete empates e seis derrotas (49p)
Aproveitamento: 60,4%

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending