conecte-se conosco
Sampaio Corrêa empatou com o Guarani em 0 a 0 Sampaio Corrêa empatou com o Guarani em 0 a 0

MASampaio CorrêaSérie BÚltimas

Sampaio Corrêa segura pressão do Guarani e garante empate na Série B

Apesar de não vencer há quatro jogos, o Paio voltou a não ser vazado na Série B

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Publicados

em

O Sampaio Corrêa foi até Campinas-SP e segurou o ímpeto ofensivo do Guarani, garantindo o empate em 0 a 0 no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Se, por um lado, a criação e o ataque da Bolívia Querida praticamente não funcionaram, por outro, a defesa voltou a não ser vazada após três jogos seguidos sofrendo gols – num total de seis nesse recorte. O Tubarão acumula agora quatro jogos sem vencer na Série B.

Com o resultado, o Sampaio Corrêa segue momentaneamente na sexta colocação, com 20 pontos, a três do G4. Já o Guarani se mantém no grupo dos quatro melhores, no terceiro lugar, com 23. O Paio volta a campo no domingo (25), diante do CRB, no Castelão, às 20h30, em São Luís-MA. O Bugre joga no sábado, às 21h30, diante do Vasco no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro-RJ.

Sampaio Corrêa erra muito e Guarani domina

O Guarani buscou se impor desde o começo. A equipe bugrina vem vivendo grande fase na Série B, com o melhor ataque da competição. Com mais posse de bola, buscou envolver o Sampaio Corrêa na partida, tentando deixá-lo encaixotado no campo de defesa. Logo no começo da partida, aos sete minutos, Régis cruzou e Bruno Sávio, de cabeça, mandou na trave. Na sobra, de fora da área, Rodrigo Andrade emendou um chute forte e Mota fez boa defesa.

Aproveitando a maior presença no campo de ataque, o Guarani arriscou também em outras oportunidades com Régis, em cobrança de falta, mas Mota esteve bem para intervir sem nenhum grande esforço. A Bolívia Querida apresentou muitas dificuldades para sair jogando. Atuando de maneira mais reativa, tinha muita dificuldade para encaixar um contra-ataque e levar perigo aos donos da casa, que voltaram a assustar aos 44. Diogo Matheus carregou com espaço, puxou para o meio e finalizou para outra boa defesa de Mota. O Sampaio Corrêa teve como seu melhor lance um chute de fora da área, dado por Mauro Silva, e o goleiro Gabriel Mesquita fez a defesa.

Bugre ainda tenta, mas Paio aguenta pressão

Se na primeira etapa, de acordo com o site SofaScore, o Guarani já teve 68% de posse de bola na primeira etapa, na segunda esse domínio foi ainda maior. O Bugre alternou com investidas dos dois lados, ora pelo meio congestionado, arriscava cruzamentos, mas encontrou dificuldades diante da defesa bem postada do Sampaio Corrêa. Aos 23, quando surgiu espaço, Régis bateu forte e Mota fez espalmou mais uma vez. Allan Victor tentou no rebote, mas a bola desviou na zaga e saiu.

Aos 27 minutos, uma das melhores oportunidades do jogo. Régis cobrou escanteio, Thales desviou e Bruno Silva, na pequena área, tentou completar para o gol, só que mandou de cabeça para fora. Aos 31, o mesmo volante tentou, em chute da intermediária, mas Mota catou novamente. Na reta final, os donos da casa cansaram e perderam o fôlego que havia antes. O técnico Daniel Paulista tentou realizar alterações, mas não conseguiu o mesmo encaixe para a criação de jogadas. A defesa do Sampaio Corrêa seguiu soberana até o fim, ajudando a garantir o empate fora de casa.

Ficha do jogo

Guarani (0)

Gabriel Mesquita; Diogo Matheus, Thales, Titi (Índio) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis (Pablo); Bruno Sávio (Allan Victor), Júlio César (Andrigo) e Davó (Lucão do Break). Técnico: Daniel Paulista.

Sampaio Corrêa (0)

Mota; Luís Gustavo (Watson), Paulo Sérgio, Nilson Júnior e Felipinho; Mauro Silva, Ferreira e Nadson (Gui Campana); Roney (Romarinho), Jean Silva e Ciel (Jefinho). Técnico: Felipe Surian.

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP.

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ).

Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Silbert Faria Sisquim (ambos RJ).

Cartão amarelo: Júlio César (GUA).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending