conecte-se conosco

ALCSASérie BÚltimas

CSA não vence Botafogo há 45 anos e busca primeira vitória no RJ; confira time provável

Publicados

em

Nesta quinta-feira, o CSA vai enfrentar o Botafogo no Rio de Janeiro. Olhando para a história do Marujo, o retrospecto é bastante negativo, com a única vitória sobre o Alvinegro em sua história tendo acontecido 41 anos atrás e com mando alagoano. O momento das duas equipes, porém, surge como grande oportunidade para romper esse tabu.

Até hoje, CSA e Botafogo já se enfrentaram 11 vezes, sendo seis vitórias cariocas, quatro empates e apenas um triunfo alagoano. O Botafogo já marcou 21 gols nesse confronto, contra apenas nove do CSA. O aproveitamento geral é de 67% para o Alvinegro e apenas 21% para o Azulão.

A última e única vitória do CSA no embate aconteceu em setembro de 1976, quase 45 anos atrás. No jogo, válido pela Copa Brasil, nome dado ao Brasileiro daquele ano, vitória por 2 a 1 em Maceió. Aquele era apenas o segundo jogo da história do confronto, iniciado em 1959, com um amistoso que terminou em 4 a 0 para o Botafogo.

Neste século foram apenas quatro jogos. Os dois primeiros, válidos pela Copa do Brasil de 2007 terminaram em empate em Alagoas e vitória botafoguense por 5 a 2 no Rio. No Brasileiro de 2019, o CSA foi derrotado nos dois turnos por 2 a 1.

O momento do campeonato, porém, mostra um cenário de maior equilíbrio entre as duas equipes. Separadas por apenas dois pontos, com o CSA em 11º, apenas uma posição à frente do Botafogo, as duas equipes estão vivendo o início de trabalho dos novos comandantes: Ney Franco e Enderson Moreira.

Para os alagoanos, já são três jogos sem perder e duas vitórias nos dois últimos compromissos fora de casa, contra o Operário-PR e o Brusque. Os cariocas, por sua vez, voltaram a ganhar na última rodada, após cinco tropeços seguidos. O time não venceu nenhum dos dois últimos jogos em seus mandos.

Time provável

Para reverter esse longo jejum, o treinador Ney Franco não deve proporcionar grandes mudanças na escalação. A principal mudança é a saída de Yuri, que, gripado, não viajou com o elenco. A tendência é por uma titularidade para Ewerthon ou o recém-chegado Everton Silva, ou, ainda, o retorno de Cristovam, que estava no DM.

Assim, o time deve ir a campo com Thiago Rodrigues; Cristovam (Everton Silva), Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Silas e Renato Cajá; Gabriel, Dellatorre e Bruno Mota.

O novo confronto entre Botafogo e CSA está marcado para às 21h30 desta terça-feira, no Engenhão. A partida, atrasada, vale pela sexta rodada da Série B.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending