conecte-se conosco
Náutico_Coritiba Náutico_Coritiba

NáuticoPESérie BÚltimas

Náutico sente ausências, perde para o Coritiba e tem invencibilidade quebrada na Série B

Foto: Coritiba

Publicados

em

Caiu a invencibilidade. Depois de 89 dias e 14 rodadas na Série B, o Náutico perdeu a primeira partida na competição. Jogando mal e sentindo, sobretudo, as ausências de Jean Carlos e Kieza, referências técnicas do time, o Timbu foi presa fácil para o Coritiba, no Couto Pereira, e acabou derrotado por 3 a 1 na noite desta sexta-feira. Os gols do time paranaense foram marcados por Igor Paixão, Waguininho e Léo Gamalho, enquanto os alvirrubros descontaram com Matheus Carvalho.

Apesar da derrota, o Náutico segue na ponta da Série B, com 30 pontos somados, e a dois de distância do próprio rival desta sexta-feira. Na próxima rodada, o time volta a campo diante do Confiança, nos Aflitos, às 16h30, no sábado.

Com o frio chegando a 4 graus no PR, o timbu perdeu a invencibilidade no BR. A formação cada vez mais remendada mostra a necessidade de reposição.

Náutico sofre com mudanças e é amassado pelo Coritiba

Sem dois dos seus principais jogadores, Jean Carlos e Kieza, o Náutico sentiu as modificações na escalação, demorando a se encaixar dentro de campo. Com a posse da bola, não conseguiu esboçar nem de longe o mesmo apetite ofensivo que vinha apresentando até aqui. Não se pôde dizer o mesmo do Coritiba. Dominante, impôs seu jogo e, desde o início, buscou o gol de Alex Alves.

Logo aos dois minutos, o time paraense criou duas chances, com Léo Gamalho e Val, ambas para fora. Entre uma única oportunidade construída pelo Timbu, com Marciel finalizando para fora, o Coritiba martelou aos oito, 13, 18 e 28 minutos até abrir o placar – uma questão de tempo.

Aos 32, em chute de Waguininho, Alex Alves ainda tocou na bola, mas no rebote Igor Paixão deu a vantagem aos paranaenses. O que não parou por aí. Desta vez em falha individual, o Náutico ainda sofreu mais um no final do primeiro tempo. Robinho dominou no meio de campo e deu belo passe em profundidade para Waguininho ampliar o placar.

Hélio muda, Náutico melhora, diminui, mas volta a falhar individualmente

Na volta para a etapa complementar, Hélio dos Anjos decidiu mudar o time, substituindo Marciel e Rafinha para entrada de dois jogadores de ataque: Matheus Carvalho e Iago. E a estratégia deu certo. O Timbu passou a pisar mais na área de ataque do Coritiba, construindo jogadas de perigo. A primeira delas, aos 11, após rebote em escanteio e Bryan finalizando, mas por cima do gol. O Coxa respondeu e por muito pouco não ampliou para 3 a 0 o marcador, se não fosse finalização errada de Igor Paixão.

Mas o Náutico seguiu buscando o gol- e achou. Aos 23 minutos, após bate rebate na pequena área do Coritiba, Paiva tocou para Matheus Carvalho diminuir no Couto Pereira. Porém, o que parecia uma reação mais enfática não aconteceu, porque novamente apresentando falhas individuais, o Timbu sofreu o terceiro gol. Igor Paixão cruzou para Léo Gamalho, sozinho na pequena área, cabecear e decretar o triunfo paranaense – e o fim da invencibilidade dos pernambucanos.

Ficha do jogo

Coritiba 3

Wilson, Natanael (Igor), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Wilian Farias, Val (Bernardo) e Robinho (Rafinha); Igor Paixão (Romário), Waguininho e Léo Gamalho. Auxiliar técnico: Júlio Sérgio.

Náutico 1

Alex Alves, Hereda (Breno Lorran), Camutanga (Yago), Carlão e Rafinha (Matheus Carvalho); Trindade, Rhaldney (Vargas) e Marciel (Iago); Bryan, Vinícius e Paiva. Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: Couto Pereira
Árbitro:  Thiago Luis Scarascati (SP)
Assistentes: Fabrini Bevilaqua Costa (SP) e  Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Camutanga (N), Wilian Farias (C), Vinícius (N), Natanael (C), Val (C), Robinho (C), Bryan (N),
Gols:
Igor Paixão, do Coritiba, aos 32′ do 1T; Waguininho, do Coritiba, aos 40′ do 1T; Matheus Carvalho, do Náutico, aos 25′ do 2T;

Trending