conecte-se conosco
Diego Torres, do CRB Diego Torres, do CRB

ALCRBSérie BÚltimas

CRB atropela Brusque no Rei Pelé e vira segundo na Série B

Foto: Francisco Cedrim/CRB

Publicados

em

Um grande resultado para o CRB, que atropelou o Brusque no estádio Rei Pelé, garantindo a vitória por 3 a 0 e a subida para a vice-liderança da Série B. Destaque para o meia Diego Torres, decisivo com um gol, uma assistência, e participação direta no terceiro gol, ao cobrar a falta para a área. Na etapa final, teve vaga para uma goleada ainda maior, mas o Galo parou na trave duas vezes e outra no goleiro.

Com o resultado, o CRB subiu para a segunda posição da Série B com 31 pontos. Já o Brusque segue no 10º lugar, com 24. O Alvirrubro volta a campo no próximo domingo (15), às 16h, contra o Vitória, no estádio Barradão, em Salvador-BA. Os catarinenses também jogam no mesmo dia, mas às 20h30, contra o Operário-PR, no Germano Krüger, em Ponta Grossa-PR.

Confira a tabela da Série B

CRB avassalador

O jogo começou bastante intenso, com o CRB fazendo valer seu mando de campo. Partindo para cima, buscando o gol desde o início. Assim foi a postura adotada pelo Galo e ela deu muito certo. Depois de incomodar em finalização de Jajá aos cinco minutos, uma sequência de dois escanteios consecutivos. Na segunda cobrança, feita por Diego Torres, o argentino marcou um gol olímpico aos seis minutos, encobrindo o goleiro Zé Carlos.

A pressão alvirrubra continuou, com suas principais jogadas vindas da bola parada. Diego Torres estava com o pé em dia. Aos 14 minutos, o meia cobrou falta da intermediária e mandou na cabeça de Marthã, que desviou e tirou do alcance de Zé Carlos, marcando o segundo do CRB. Os catarinenses tentaram reagir, passando a adotar uma postura mais agressiva no ataque. Aos 22, após cobrança de falta, a bola sobrou para Garcez, dentro da área, soltar uma bomba e esbarrar em uma grande defesa de Diogo Silva.

O Brusque assustou novamente aos 34, em cruzamento rasteiro pela esquerda que mirava o atacante Edu. Contudo, Caetano foi providencial para dar um leve toque na bola, que fez o artilheiro da Série B errar o chute. Depois disso, o próprio zagueiro do CRB cortou. Quando voltou a atacar, o Galo não perdoou. Em nova cobrança de falta de Diego Torres, aos 39, a bola foi alçada na área e Gum cabeceou para boa defesa de Zé Carlos. No rebote, Pablo Dyego guardou e ampliou a vantagem.

Controle para garantir a vitória

Na etapa final, o CRB diminuiu um pouco a intensidade que imprimiu nos primeiros 45 minutos. Rodou mais a bola, cadenciando o ritmo, procurando espaços na defesa do Brusque. Enquanto isso, os visitantes aceleravam a bola para tentar chegar ao ataque e, dessa forma, pecaram bastante para levar perigo à meta regatiana.

Enquanto isso, o Galo não estava morto. Inclusive, foi quem criou as melhores chances do segundo tempo e poderia ter ampliado o placar, criando uma goleada no Rei Pelé. Aos 18 minutos, Guilherme Romão cruzou rasteiro pela esquerda e Erik apareceu na segunda trave para completar, mas acertou a trave direita do Brusque. Aos 32, Marthã recebeu na entrada da área e bateu colocado, com curva, e novamente acertou o poste de Zé Carlos. Aos 37, Júnior Brandão finalizou de dentro da área, mas o goleiro evitou com o pé. Grande resultado do CRB em casa, que subiu direto para a vice-liderança da Série B.

Ficha do jogo

CRB (3)

Diogo Silva; Reginaldo, Caetano, Gum (Ewerton Páscoa) e Guilherme Romão; Marthã, Jean Patrick (Wesley) e Diego Torres (Renan Bressan); Pablo Dyego (Emerson Negueba), Jajá (Erik) e Júnior Brandão. Técnico: Allan Aal.

Brusque (0)

Zé Carlos; Claudinho, Ianson (Sandro), Éverton Alemão e Alex Ruan; Rodolfo Potiguar (Pepê), Nonato (Fio), Garcez e Bruno Alves (Diego Mathias); Thiago Alagoano e Edu (Jonatha Alagoano). Técnico: Jerson Testoni.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL.

Árbitro: Lucas Paulo Torezin (PR).

Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Jefferson Cleiton Piva (ambos PR).

Gols: Diego Torres, aos 6′ do 1ºT, Marthã, aos 14′ do 1ºT, e Pablo Dyego, aos 39′ do 1ºT (CRB).

Cartões amarelos: Pablo Dyego, Diego Torres (CRB); Bruno Alves, Ianson e Sandro (BRU).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending