conecte-se conosco
Rodallega, do Bahia Rodallega, do Bahia

BABahiaCEFortalezaSérie AÚltimas

Bahia bate Fortaleza em jogaço com show de Rodallega e volta a vencer na Série A

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Publicados

em

Um jogaço no estádio de Pituaçu com um show do atacante colombiano Rodallega. O centroavante marcou os quatro gols do Bahia no triunfo por 4 a 2 em cima do Fortaleza, pela Série A. Yago Pikachu e Matheus Vargas anotaram os tentos do Leão do Pici. O segundo tempo foi elétrico, com cinco gols num intervalo de apenas 12 minutos. Vale lembrar que o resultado põe fim a um jejum de oito jogos do Tricolor de Aço sem vencer na competição. Já o Tricolor cearense chega ao seu quinto jogo seguido na temporada sem vitória.

O Bahia chega a 21 pontos e respira um pouco na Série A. Segue na 16ª colocação, mas abre, momentaneamente, três pontos de distância para o América-MG, equipe que abre a zona de rebaixamento, mas não joga neste fim de semana. Já o Fortaleza se mantém com 33 pontos, no terceiro lugar. O Esquadrão volta a campo no próximo sábado (11), às 21h, contra o Santos, na Vila Belmiro, em Santos-SP. Já o Leão do Pici recebe o Atlético-MG no Castelão, no domingo (12), às 16h.

Confira a classificação da Série A

Bahia é superior e abre o placar

O jogo começou com bastante equilíbrio, aberto, ambas as equipes se lançando ao ataque sem receio. Tanto que, logo aos dois minutos, o Fortaleza teve a primeira grande chance da partida nos pés de Robson. Romarinho puxou contra-ataque e tocou para o atacante, no lado direito, bater cruzado para fora. O Bahia começou a ganhar campo e foi incomodando a defesa visitante. Aos 13, com auxílio do VAR, o árbitro marcou pênalti de Robson, que abriu demais o braço em cruzamento de Juninho Capixaba e a bola atingiu o braço do atacante. Na cobrança, Rodriguinho acertou a trave.

O jogo passou a tender mais para o Bahia, que cresceu. Com mais posse de bola, faltava caprichar quando se aproximasse da área. E apesar de não sair na jogada trabalhada, até o momento, Luiz Otávio quase abriu o placar de cabeça, após cobrança de escanteio. O zagueiro cabeceou bem, buscando o ângulo, mas Boeck interviu para evitar. Contudo, aos 41, não teve jeito. Lucas Araújo roubou a bola no meio e lançou Rossi, que esperou a passagem de Rodallega no meio e tocou para o centroavante, de cara com o goleiro, marcar.

Segundo tempo elétrico e chuva de gols

A segunda etapa começou também de maneira equilibrada, mas com um ritmo ainda devagar. Faltava as duas equipes se arriscarem um pouco mais para a partida se soltar. Quem deu início a isso foi o Fortaleza, aos 12 minutos, com Lucas Crispim, que pegou rebote na esquerda da grande área e bateu com muito perigo. Apesar do Tricolor do Pici ter iniciado a sequência, quem aproveitou foi o Esquadrão.

Aos 18 minutos, em saída de jogo, Marcelo Boeck recebeu de Jackson e, na hora de devolver, mandou a bola no pé de Maycon Douglas. O ponta do Bahia dominou e tocou no meio para Rodallega apenas empurrar para as redes. E o colombiano estava ‘on fire’. Aos 20, depois de cruzamento de Juninho Capixaba, o centroavante dominou e bateu bonito, de pé esquerdo, sem chances para o goleiro.

Fortaleza crê e reage, mas Rodallega viveu grande dia

Com o 3 a 0 no placar, o Fortaleza não se deu por entregue. Atacou e foi atrás, aproveitando que o Bahia baixou sua rotação. Aos 24, Crispim cobrou falta para a área e a zaga afastou mal. Na entrada da área, Pikachu bateu de primeira e acertou o canto direito de Matheus Teixeira, diminuindo a desvantagem.

O tento serviu para o Leão acreditar que era possível, e apertou ainda mais o Tricolor de Aço. Aos 28, Lucas Lima cobrou escanteio, Titi desviou na primeira trave e Matheus Vargas apareceu livre para escorar no segundo pau. Fortaleza encostou no placar e estava mais vivo do que nunca no jogo. Contudo, a equipe não contava com nova falha.

Aos 30 minutos, após cruzamento da esquerda, Rodallega ganhou do marcador e bateu sem tanta força. Na hora de encaixar a bola, Boeck soltou nos pés do colombiano, que empurrou para as redes novamente. Quatro gols num jogo só. Dia inspiradíssimo do atacante do Bahia, que garantiu o primeiro triunfo com Dabove e o fim do jejum de oito jogos sem vencer na Série A.

Ficha do jogo

Bahia (4)

Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Luiz Otávio, Germán Conti e Juninho Capixaba; Lucas Araújo, Daniel (Luizão) e Lucas Mugni; Rossi (Maycon Douglas), Rodriguinho (Patrick de Lucca) e Rodallega. Técnico: Diego Dabove.

Fortaleza (2)

Marcelo Boeck; Tinga, Jackson (Lucas Lima) e Titi; Yago Pikachu (Edinho), Éderson, Matheus Jussa, Romarinho (Matheus Vargas) e Lucas Crispim; Robson (Wellington Paulista) e Ángelo Heríquez (David). Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador-BA.

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP).

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Paulo Ziolli (ambos SP).

Gols: Rodallega, aos 41′ do 1ºT, aos 18′, 20′ e 30′ do 2ºT (BAH); Yago Pikachu, aos 24′ do 2ºT, e Matheus Vargas, aos 28′ do 2ºT (FOR).

Cartões amarelos: Matheus Teixeira e Juninho Capixaba (BAH).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending