conecte-se conosco

Seleção BrasileiraÚltimas

Em Pernambuco, Brasil derrota Peru e chega à 8ª vitória seguida nas Eliminatórias

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Publicados

em

Pernambuco costuma ser um palco de boas memórias para a Seleção Brasileira. E mais uma lembrança positiva foi adicionada a este registro histórico, na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata, nesta quinta-feira (9). Pelo resultado, vale ressaltar. Com imposição no primeiro tempo, o Brasil derrotou o Peru por 2×0, com gols de Everton Ribeiro e Neymar, e chegou à oitava vitória seguida em oito nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 no Catar. 

A impressionante marca com 100% de aproveitamento coloca o Brasil com 24 pontos e disparado na liderança. O segundo colocado é a Argentina com 18. Mas vale lembrar que as duas equipes têm um jogo a menos pela partida interrompida no último domingo (5) e que ainda não houve uma definição de como será concluída. 

Com o encerramento da Data Fifa, o técnico Tite fará uma nova convocação ainda neste mês visando a próxima sequência de partidas, que será no início de outubro. No dia 7, o Brasil enfrenta a Venezuela fora de casa.

Na Arena PE, Brasil vence o Peru, segue 100% nas Eliminatórias e Neymar amplia marca

Brasil com produção e gols

As mudanças no meio-campo, que já haviam sido feitas no jogo interrompido contra a Argentina, deixaram a Seleção Brasileira com boa produção. Com Gerson e Éverton Ribeiro, o time comandado por Tite foi mais criativo e abriu vantagem no primeiro tempo.

Logo nos dez minutos iniciais, o Brasil criou três oportunidades e até chegou a balançar as redes com Gerson, mas o lance foi anulado. Não fez falta e nem demorou para o gol sair. Aos 13 minutos, Neymar desarmou Santamaría, entrou na área e cruzou. A defesa tentou desviar e Everton Ribeiro mandou para o fundo das redes.

O Brasil continuou em cima e pediu pênalti em um lance em que Militão foi puxado na área. Porém, a arbitragem mandou o jogo seguir. A Seleção Peruana se arriscou no ataque, mas com pouca efetividade e sem muito perigo, apesar de também ter pedido pênalti de Alex Sandro. 

Já na reta final do primeiro tempo, aos 39, a vantagem foi ampliada. Gabi entrou pela direita e tentou mandar para o centro da pequena área, mas a defesa afastou. Everton Ribeiro pegou o rebote, Santamaría desviou e Neymar apenas completou. Com o gol, o atacante passou Zico e Romário e se tornou o maior artilheiro do Brasileiro nas Eliminatórias da Copa do Mundo com 12 gols.

Ritmo lento e pouca intensidade

Na volta do intervalo, o ritmo da partida caiu consideravelmente. O Peru tentou assustar com Flores aos dois minutos, mas mandou para fora. Foi a tentativa mais incisiva até os 25 minutos. Mesmo com as mudanças nas duas equipes, o confronto seguiu com poucas emoções e intensidade.

A Seleção Brasileira até tentou manter a posse de bola. Contudo, sem concluir as jogadas. Já o Peru tentou em um chute de fora da área com Marcos López e quase surpreendeu Weverton, que mandou para escanteio. Nos últimos minutos, o Brasil poderia ter feito o terceiro com Hulk, que recebeu de Paquetá e mandou de direita para fora. Já Neymar chamou a atenção por receber um amarelo num lance em que sofreu falta, mas que revidou com um empurrão em Callens. O atacante estava pendurado e não enfrenta a Venezuela.

Ficha do jogo

Brasil 2
Weverton; Danilo (Daniel Alves), Éder Militão, Lucas Veríssimo e Alex Sandro; Casemiro (Bruno Guimarães), Gerson (Edenilson), Lucas Paquetá e Everton Ribeiro (Matheus Cunha); Neymar e Gabi (Hulk). Técnico: Tite. 

Peru 0
Gallese; Advíncula, Santamaría (Christian Ramos), Callens e Marcos López; Tapia (Cartagena), Yotún (Gabriel Costa) e Christofer Gonzáles; Carrillo, Cueva (Edison Flores) e Lapadula (Ruidíaz). Técnico: Ricardo Gareca.

Local: Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE.
Árbitro: Wilmar Roldan (COL).
Assistentes: Alexandre Guzman (COL) e Wilmar Navarro (COL).
Gols: Everton Ribeiro (Brasil), aos 13 do 1ºT; Neymar (Brasil), aos 39 do 1ºT; 
Cartões amarelos: Casemiro, Gabi, Neymar e Lucas Paquetá (Brasil); Santamaría, Gabriel Costa, Christofer Gonzáles, Yotún e Tapia (Peru).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending