conecte-se conosco
Marcel_SantaCruz_ Marcel_SantaCruz_

PESanta CruzSérie CÚltimas

Cobrando dívidas, Marcel põe o Santa Cruz na Justiça e pede rescisão de contrato; veja valores

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

De saída do Flamengo de Guarulhos sem sequer ter estreado, o prata da casa Marcel, emprestado pelo Santa Cruz até outubro deste ano ao clube paulista, em teoria, retornaria para o Tricolor, com quem tem contrato até dezembro de 2022. Na prática, porém, não é isso que vai acontecer. O lateral direito entrou em litígio com a equipe pernambucana, cobrando dívidas não pagas, como depósito de FGTS, salários em atraso, férias e 13º, cujos valores da causa somam R$ 48.319,87.

A destacar que, segundo consta nos autos do processo, obtidos pela reportagem do NE45, o Santa Cruz não efetuou os depósitos dos vencimentos do jogador, que recebia R$ 2 mil por mês, entre os meses de outubro de 2020 até janeiro de 2021. Além da cobrança dos débitos, o jogador, também via Justiça, pede rescisão indireta de contrato com o Santa Cruz – quando o empregador não cumpre com as obrigações do empregado – para ficar livre no mercado.

Procurado pelo blog, o diretor jurídico do Santa Cruz, Lucas Gouvea disse que o clube está ciente do caso, mas explicou que existe uma incongruência em relação aos valores, uma vez que o Santa Cruz nada deve a Marcel.

“Temos ciência sim do processo de Marcel e já passamos para o Jurídico do Santa, que está trabalhando nisso. Não há nenhuma dívida do clube em aberto com o atleta, não sei o que motiva atualmente essa ação que ele ajuizou contra o clube e, em relação aos valores que ele pleiteia, o que a gente espera é que ele abra uma linha de conversa com o clube. A gente está tentando isso, para que se solucione, porque ele carece de orientação, carece de uma melhor coordenação na carreira dele. O que posso assegurar, hoje, é que não tem nada devido”, explicou.

Contudo, segundo a peça, “o reclamante (Marcel) vem procurando a reclamada (Santa Cruz), por várias vezes, a fim de solucionar o impasse, mas as tentativas do reclamante em conseguir receber ou até mesmo obter seu atestado liberatório, de forma verbal e amistosa, restaram infrutíferas, pois a reclamada nada providencia, sendo insustentável a situação”.

Marcel chegou ao Santa Cruz em 2020 para disputar, na época, o Brasileiro de Aspirantes pelo Tricolor. No ano seguinte, teve sua primeira oportunidade como profissional, atuando, nesta temporada, em 13 partidas e dando uma assistência.

Porém, devido às inúmeras reformulações feitas no elenco, o lateral direito foi realocado para o time de ‘transição’, como assim chamou a diretoria, não aparecendo mais na equipe principal. Inclusive, segundo informações obtidas pelo NE45, Marcel, durante o período em que treinou em separado do time profissional, recebeu uma sondagem de uma equipe de Dubai, mas as tratativas não seguiram adiante.

Também havia surgido, nos últimos dias, especulações informando que o lateral teria recebido uma proposta formal de R$ 650 mil do Red Bull Bragantino pela compra de 80% dos seus direitos econômicos, mas, em contato com a reportagem, tanto a direção da equipe paulista quanto a pernambucana negaram a informação.

Veja os valores devidos pelo Santa Cruz a Marcel

  • Salários devidos e não pagos ( 4 meses) – R$ 8000
  • 13º salário devido e não pago (4/12) – R$ 666,66
  • Férias devidas e não pagas + 1/3 da constitucional (4/12) – R$ 888,88
  • Não recolhimento do FGTS por todo o período laboral, com a multa de 40%, incidindo-se sobre o salário, 13º salários e férias, acrescidas do 1/3 constitucionais – R$ 764,33
  • Da multa compensatória constante no art.26,§3º, da Lei 9615-98 – R$ 34000
  • Art.467, da CLT – R$ 4000
Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending