conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Confiante no acesso do Náutico, Hélio dos Anjos nega arrependimento em saída do clube

Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

Pouco mais de um mês após deixar o Náutico, esta segunda-feira foi o dia do reencontro com treinador Hélio dos Anjos com a imprensa e a torcida. Em entrevista coletiva, o novo comandante alvirrubro afirmou que não se arrepende de ter saído do clube, assim como também comentou sobre o rápido retorno aos Aflitos. Com um momento matematicamente mais complicado nesta Série B, Hélio afirmou que ainda acredita que o Timbu consiga buscar o acesso à Série A e que o trabalho será voltado para isso.

Com o Náutico a nove pontos do G4 e, também, do Z4, Hélio projetou que o Náutico vai atrás do acesso. “Estamos em um momento crucial, principalmente olhando para a matemática da competição, que nos oferece condições de continuar buscando o acesso. Consequentemente, se você buscar esse acesso, você vai, naturalmente, ficar totalmente equilibrado com relação ao grupo de rebaixamento”.

Apesar disso, Hélio também alertou que o time precisa melhorar bastante o aproveitamento se quiser sonhar com algo a mais que o meio de tabela. “Somos completamente conscientes, mas o sonho tem que continuar, independente das circunstâncias que tem mais dificuldades hoje que era na virada do turno. E a gente tem que melhorar o aproveitamento. A gente melhorar em todos os sentidos e fazer esse sonho se tornar realidade”.

Nesse ponto da evolução, o treinador alvirrubro foi mais direto e garantiu que qualquer objetivo passa diretamente por uma melhoria geral do Náutico em todos os aspectos. “Eu acredito nas vitórias futuras e, consequentemente, ter estabilidade para transformar o sonho em realidade. Estou ciente das dificuldades, é um momento que vai disputar com os melhores por um sonho, e para alcançar, nós vamos precisar melhorar em todos os aspectos. Todos”.

A saída e o retorno ao Náutico

Entre o fim da terceira e o início da quarta passagem de Hélio dos Anjos no Náutico, foram apenas 36 dias. A saída aconteceu por pedido do treinador, que vinha de uma sequência de cinco derrotas. Apesar disso, Hélio negou que sinta arrependimento pelo pedido de demissão, relatando que vários dos pontos divergentes que estava o deixando desapontado com o clube foram resolvidos nas conversas para o retorno.

“Não me arrependi. Eu tinha os meus motivos. Não eram apenas em relação a resultados, eu achei que aquele era um momento de dar soluções para o clube resolver de outras maneiras os seus problemas, mas o que eu pensei e o que acabou acontecendo nesses 35 dias, e nas conversas que eu tive com a direção, a gente acertou algumas coisas que, no momento que eu saí, não estavam me satisfazendo”, afirmou.

Explicando a saída, o treinador afirmou que haviam questões que não o estavam statisfazendo. Nisso, ele garantiu que volta ao clube ainda mais motivado que estava em sua chegada, pouco menos de um ano atrás. “Eu estava triste por não ter conseguido as vitórias que precisava, por alguns acontecimentos que a gente acabou resolvendo no momento que o Náutico conversou para eu voltar. Eu estarei muito mais motivado do que eu estive até agora”.

Comparando com o início da passagem anterior, inclusive, Hélio dos Anjos viu similaridades, mas revelou acreditar que conseguirá trabalhar o grupo com mais facilidade e rapidez, uma vez que já conhece o perfil de trabalho do clube e que já tem a confiança de jogadores e funcionários do Náutico.

“Tem situações que são semelhantes, mas também tem o lado positivo de eu conhecer bem tudo aquilo que se faz no clube e, ao mesmo tempo, as pessoas também me conhecem. A nossa volta para cá acabou trazendo algo muito positivo, que é o querer dos atletas, das pessoas do clube de eu estar aqui. E olhe que eu saí há 30 e poucos dias. Assim, a gente tem condições de aglutinar mais o grupo, fazer um grupo mais coeso de trabalho e em menos tempo do que a passagem que se iniciou em 2020”.

Hélio já esteve no camarote no último jogo do Náutico, assistindo de perto a derrota por 1 a 0 para o Clube do Remo. A reestreia, porém, só acontece nesta terça-feira, quando, às 19h, recebe o CRB na Arena de Pernambuco, no jogo que, coincidentemente, marca o retorno da torcida alvirrubra aos jogos do clube.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending