conecte-se conosco
Willian Machado, do Botafogo-PB Willian Machado, do Botafogo-PB

PBSérie CÚltimas

Em jogo de pouca criação, Botafogo-PB empata com Paysandu pela Série C

Publicados

em

Um jogo truncado, com poucas oportunidades de gol, que acabou fazendo jus ao placar de 0 a 0 entre Paysandu e Botafogo-PB. Bem postado na defesa, o Belo esperava os contragolpes, enquanto que o Papão buscava se impor, mas tinha dificuldades na criação. A maior parte das chances criadas na partida vieram da bola parada e o Alvinegro foi quem chegou mais perto de balançar as redes.

O Botafogo-PB segue na lanterna do Grupo C no quadrangular do acesso, com apenas um ponto, e volta a campo no próximo sábado (16), às 19h. O adversário será o Criciúma, no estádio Heriberto Hulse, em Criciúma-SC. O Paysandu cai para a terceira posição, com dois pontos, e encara o Ituano. O jogo será realizado no estádio Novelli Júnior, também no sábado, mas às 17h.

Jogo truncado, mas Botafogo-PB tem as melhores chances

A primeira etapa na Curuzu foi um duelo bastante disputado, com marcação forte, algumas faltas, e vários erros de passe, gerando o famoso “perde e ganha” pelo meio de campo. Com dificuldades para criar jogadas trabalhadas, as duas equipes buscavam bastante a bola aérea, seja em cruzamentos ou na bola parada.

O Paysandu tinha maior posse de bola e presença no campo de ataque, mas o Botafogo-PB foi quem criou as melhores oportunidades dos primeiros 45 minutos. Aos 35, Tsunami cobrou falta com força e Victor Souza caiu no canto direito para espalmar. No rebote, Clayton pegou mal na bola e mandou nas pernas do goleiro, que afastou. A única chegada do Papão foi aos 50, com Perema, de cabeça. Mas o zagueiro mandou a bola nas mãos de Felipe.

Belo tem gol anulado, mas jogo seguiu ruim

A segunda etapa seguiu com os donos da casa tendo maior presença ofensiva, enquanto que o Botafogo-PB jogava com sua marcação em bloco baixo, dando campo para o Paysandu e esperando os contra-ataques. A bola parada seguiu sendo a principal arma no jogo. Aos 16, em cobrança de escanteio, Denilson subiu bem e cabeceou para grande defesa de Felipe, com a perna direita.

Aos 25, o Belo chegou a marcar com Welton, recebendo em profundidade e driblando o goleiro, mas a arbitragem anulou o gol com o auxílio do VAR. Conforme a partida foi chegando ao fim, a disputa ficou mais aberta. O Botafogo-PB começou a se lançar mais ao ataque e mostrar maior ímpeto. Aos 41 minutos, em contragolpe rápido, Welton recebeu no mano a mano com o zagueiro, limpou para o meio e bateu da entrada da área, tirando tinta da trave esquerda. No fim, por reclamação, o zagueiro Daniel Felipe ainda foi expulso e desfalca o Alvinegro na próxima rodada.

Ficha do jogo

Paysandu (0)

Victor Souza; Ratinho (Paulinho), Perema, Denilson e Diego Matos; Paulo Roberto (Bruno Paulista), Marino (Jhonnatan) e José Aldo (Ruy); Marlon, Rildo (Luan Santos) e Danrlei. Técnico: Roberto Fonseca.

Botafogo-PB (0)

Felipe; Sávio, Daniel Felipe, Willian Machado e Tsunami; Amaral (Juninho), Pablo e Tinga (Fred); Clayton (Cleyton), Welton e Luã Lúcio (Juba). Técnico: Gérson Gusmão.

Local: Estádio da Curuzu, em Belém-PA.

Árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR).

Assistentes: Rafael Trombeta e Weber Felipe Silva (ambos PR).

Cartões amarelos: Rildo, Diego Matos e Perema (PAY); Daniel Felipe, (BOT).

Cartão vermelho: Daniel Felipe (BOT).

Público: 3.311 pessoas.

Renda: R$ 75.340,00.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending