conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Felipe Alves reconhece momento difícil do Fortaleza e vê 2º turno mais difícil que o 1º

Publicados

em

Com apenas duas vitórias nas últimas dez rodadas (somando ainda três empates e cinco derrotas no recorte), o Fortaleza passa por um momento de instabilidade no Campeonato Brasileiro. Algo reconhecido pelo goleiro Felipe Alves em coletiva nesta segunda-feira (11). Para o goleiro, geralmente, a segunda metade da Série A reserva ainda mais dificuldades e por isso pediu atenção redobrada nos próximos jogos.

O Tricolor volta a campo na próxima quarta-feira (13) para encarar o Grêmio, no Castelão. O Leão está na quarta colocação, com 39 pontos. Mas viu os rivais encostarem. Para se ter uma ideia, o Internacional, sétimo colocado, tem três pontos a menos. Já o Grêmio, com 23, é o vice lanterna. Em situação desesperadora, o time gaúcho demitiu o técnico Luiz Felipe Scolari.

“O segundo turno do Campeonato Brasileiro é sempre mais difícil que o primeiro. Não é porque o primeiro foi muito bom, que o segundo tende a ser também. Ganhar e perder faz parte. As equipes que estão embaixo na tabela, estão fazendo de tudo para sair da zona, para poder ocupar a posição de quem está acima na tabela. A parte debaixo está muito mais disputada do que a parte de cima. O futebol não tem lógica, não tem muito segredo, e sabemos que é difícil o tempo todo. Devemos estar atentos a isso para buscar recuperar os pontos perdidos”, destacou o goleiro.

A partida contra o Grêmio também é a chance do Fortaleza fazer as pazes com a torcida. Isso porque nos dois jogos que fez no Castelão, após o retorno do público, o Leão foi derrotado por 3 a 0 (para Atlético-GO e Flamengo). Ao todo, já são cinco partidas sem triunfos como mandante. Antes, o Tricolor do Pici havia perdido para o Atlético-MG (2 a 0) e empatado com Cuiabá (0 a 0) e Santos (1 a 1). A última vitória no Castelão foi contra o Red Bull Bragantino, no dia 25 de julho, por 1 a 0.

“A pressão é em todos os jogos, o tempo todo, não apenas para o Grêmio, mas para a gente também. É pressão para eles, que estão na zona, e para nós, que ainda não vencemos desde que retornou o torcedor. Esse é o Campeonato Brasileiro, não tem para onde correr. Você tem que resolver o problema quarta e domingo e vencer na quarta e no domingo. Essa é a sequência que temos, é o futebol, é o segundo turno. O Campeonato Brasileiro é isso, você tem que dar o seu melhor todos os dias, todos os jogos, e fazer vale a pena a superioridade e ter calma, tranquilidade, que as vitórias vão estar acontecendo”, analisou.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending