conecte-se conosco
Ceará empatou com o São Paulo fora de casa Ceará empatou com o São Paulo fora de casa

CECearáSérie AÚltimas

Ceará sai na frente, mas cede empate ao São Paulo no Morumbi pela Série A

Foto: Rubens Chiri/São Paulo

Publicados

em

Um jogo onde o Ceará conseguiu manter um equilíbrio até certo ponto no primeiro tempo, saiu na frente, mas levou uma pressão enorme do São Paulo, que empatou no começo da etapa final. O 1 a 1 no placar, de certa forma, só terminou assim por causa da grande atuação dos dois goleiros. Os donos da casa criaram mais e Richard foi mais exigido. Porém, o Alvinegro também teve grandes oportunidades e Volpi salvou o Tricolor.

Com o resultado, o Ceará chega a 30 pontos no Campeonato Brasileiro e se mantém no 14º lugar. O São Paulo vem logo acima, com 31 em 13º. O Vozão volta a campo no domingo (17), diante do Red Bull Bragantino. A partida será disputada no Castelão, em Fortaleza-CE, às 18h15. O Tricolor Paulista joga na segunda (18), no Morumbi, em São Paulo-SP. Dessa vez, encara o clássico contra o Corinthians.

Confira a classificação da Série A

Apesar do bombardeio, Ceará aproveita e sai na frente

O duelo começou com o São Paulo elétrico, com intensidade. Os donos da casa já queriam sair na frente logo no começo, na empolgação da estreia do técnico Rogério Ceni. Enquanto que o Ceará tentava se resguardar, mas não abdicava de buscar o jogo para agredir o Tricolor Paulista. Aos dois minutos, Igor Gomes bateu colocado e Richard fez boa defesa. O Vozão retrucou aos 11, quando Cléber fez o pivô e ajeitou para Kelvyn soltar uma bomba. Volpi fez uma bela defesa.

Aos 18, o São Paulo chegou muito perto novamente, após chute de Igor Gomes que acertou a trave alvinegra. O volante aproveitou a sobra de bola na área, após cruzamento, para finalizar. Mas aos 22, em nova chegada, o Ceará abriu o placar. Após cobrança de falta para a área, houve um bate-rebate, a defesa sãopaulina se atrapalhou e cortou mal. Na entrada da área, Fabinho emendou uma bomba para marcar um golaço.

Daí em diante, foi um bombardeio dos donos da casa em busca do empate. Aos 26, Benítez finalizou pela e Richard espalmou para escanteio. Entre outras tentativas, aos 40 houve o lance mais incrível da primeira etapa. Depois de cruzamento, Calleri e Richard dividiram pelo alto e o lance seguiu. Sozinho na pequena área, Luciano cabeceou na trave. Aos 42, Gabriel Sara tentou chute rasteiro e o goleiro do Ceará interviu novamente. Aos 49, o Vozão ainda teve a chance de ampliar com Cléber, de cabeça, mas Volpi salvou no cantinho e Miranda cortou.

São Paulo empata, jogo cai de ritmo e fica no empate

A segunda etapa começou com a mesma intensidade, tendo trabalho para os goleiros. Aos dois minutos, Luciano bateu de fora da área e Richard defendeu. Aos três, Cléber finalizou de chapa e Volpi defendeu de novo. Contudo, o empate veio em falha defensiva. Aos seis, a bola foi lançada para Calleri, que não dominou. No quique da bola, Luiz Otávio se atrapalhou e não conseguiu cortar. O argentino ficou com a sobra e precisou tentar duas vezes para vencer o goleiro alvinegro.

A rotação do jogo caiu. A disputa ficou um pouco mais truncada nas intermediárias, mesmo o São Paulo tendo maior posse de bola. O Ceará tentou ocupar mais o campo de ataque e incomodar, deixando de ficar tão na parede como após ter aberto o placar. Aos 26 minutos, Erick aproveitou rebote da defesa, cortou para o meio e chutou para outra grande intervenção de Tiago Volpi. Aos 32, em chegada veloz pela esquerda, Bruno Pacheco mandou com força, mas o goleiro paulista defendeu novamente. O Alvinegro ainda tentou criar mais, mas o jogo perdeu ritmo e o empate persistiu até o fim.

Ficha do jogo

São Paulo (1)

Tiago Volpi; Orejuela (Wellington), Miranda, Léo e Reinaldo (Rodrigo Nestor); Liziero, Igor Gomes (Vitor Bueno), Benítez (Éder) e Gabriel Sara; Luciano (Marquinhos) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Ceará (1)

Richard; Igor, Messias (Luiz Otávio), Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Fabinho (William Oliveira), Marlon e Vina; Mendoza (Erick), Kelvyn (Fernando Sobral) e Cléber (Jael). Técnico: Tiago Nunes.

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo-SP.

Árbitro: Paulo Cesar Zanovelli (MG)

Assistentes: Celso Luiz da Silva e Leonardo Henrique Pereira (ambos MG).

Gols: Calleri, aos 6′ do 2ºT (SAO); Fabinho, aos 22′ do 1ºT (CEA).

Cartões amarelos: Calleri, Miranda e Orejuela(SAO); Fabinho, Richard e William Oliveira (CEA).

Público: 9.271 pessoas.

Renda: R$ 333.135,00.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending