conecte-se conosco
Tiago Nunes, técnico do Ceará Tiago Nunes, técnico do Ceará

CECearáSérie AÚltimas

Ceará: Tiago Nunes afirma foco na luta contra a queda e lamenta baixa efetividade ante Palmeiras

Vozão TV/Reprodução

Publicados

em

O Ceará, mais uma vez, tropeçou e saiu de campo com uma derrota nesta Série A. Dessa vez, o adversário alvinegro foi o Palmeiras, que, na Arena Castelão, venceu por 1 a 0. Na leitura do treinador do Vozão, Tiago Nunes, a derrota para o Porco aconteceu por uma série de fatores, enfatizando os méritos do adversário em aproveitar os contra-ataques. Olhando para a tabela, Tiago reforçou que a permanência é o primeiro foco do clube, que precisa voltar às vitórias.

“Nós enfrentamos uma equipe finalista de Libertadores da América, um plantel extremamente qualificado, que vem fazendo grandes campanhas nos últimos anos. Um adversário de muito valor e muito difícil de competir. E, mesmo assim, a gente fez um jogo, na maior parte do tempo, equilibrado”, analisou o treinador, que viu o time com boas oportunidades de marcar.

Após um bom primeiro tempo, porém, Tiago vê o gol de falta de Zé Rafael como crucial para mudar o andamento do jogo. A partir dali, o Vozão passou a se expor mais, dando mais espaço para que o Palmeiras pudesse construir sua proposta ofensiva a partir de contra-ataques, especialidades do time paulista.

“No primeiro tempo, tivemos as melhores chances de gol, paramos no goleiro Weverton, que teve uma grande atuação. Sofremos um gol de falta em um lance isolado e, infelizmente, isso mudou o panorama do jogo. No segundo tempo, (…) tivemos chances de gol, mas o adversário acabou jogando no contra-ataque, que é um ponto muito forte deles”.

Assim, para ele, o Ceará não conseguiu ter a efetividade que precisava, tendo mais chances reais de gol, mas convertendo apenas uma, já nos minutos finais.

“Faltou, para nós, um pouco mais de aproveitamento ofensivo, de colocar a bola para dentro nas chances que tivemos e, também, dar méritos ao adversário que quando teve a oportunidade de fazer os contra-ataques, chegou com boa qualidade, em condições de gol”.

Os objetivos do Ceará

Perdendo mais uma oportunidade de pontuar, o time de Porangabuçu já se vê a apenas três pontos da zona de rebaixamento, ainda com 31 pontos ganhos. Nisso, Tiago Nunes reforçou que o primeiro objetivo do clube no Brasileirão é garantir a permanência, para, só então, poder pensar em outras possibilidades.

“O primeiro passo de qualquer equipe que entra na competição é atingir a marca de pontuação necessária para não correr risco de rebaixamento. A partir daí, você busca outros objetivos na competição, ou as vagas internacionais, ou o título. Então, continua sendo o nosso objetivo”.

Um fator que vem pesando contra, porém, na análise do técnico, é o apertado calendário. “Os jogos atrasados infelizmente nos trouxeram uma sobrecarga. A gente ficou sendo prejudicado pelas convocações e pelos jogos atrasados, ninguém pensou nesse desdobramento. Estamos embarcando pela manhã para Caxias do Sul, vamos atravessar o Brasil e, em dois ou três dias, estaremos jogando novamente, contra um adversário que teve a semana toda de preparação”.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending