conecte-se conosco
Fortaleza_Atlético-MG Fortaleza_Atlético-MG

CECopa do BrasilFortalezaÚltimas

Presa fácil, Fortaleza perde de goleada para o Atlético-MG e praticamente dá adeus à Copa do Brasil

Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza EC

Publicados

em

Presa fácil e sem apresentar um futebol organizado e impetuoso como assim mostrou ao longo da temporada, o Fortaleza foi dominado pelo Atlético-MG na noite desta quarta-feira, pela partida de ida da semifinal da Copa do Brasil, no Mineirão, e perdeu por 4 a 0.

Vantagem elástica já construída no primeiro tempo, com três gols feitos pelo Galo, marcados por Arana, que abriu a vantagem em BH, Réver e Hulk. Zaracho, no início da etapa complementar, deu os contornos finais da goleada atleticana.

Agora, com o resultado, o Fortaleza precisa pelo menos fazer 4 a 0 no duelo de volta, no Castelão, para forçar a decisão por pênaltis em busca de uma vaga na finalíssima da Copa do Brasil. Em caso de triunfo por cinco gols de diferença, o Leão do Pici avança direto para a decisão.

Atordoado, Fortaleza é engolido pelo Atlético-MG no primeiro tempo

Engolido pelo Atlético-MG, o Fortaleza, diferentemente das atuações sólidas ao longo da temporada, foi presa fácil para o Galo no Mineirão. Salvo as exceções das investidas nas finalizações de Felipe, logo no início da primeira etapa, e Romarinho, duas vezes, aos 10 e 14 minutos, o Tricolor do Pici não conseguiu impor seu estilo de jogo, deixando os mineiros extremamente à vontade dentro de casa. Por isso, o gol do Atlético-MG, naturalmente, começava a ficar maduro. E ele veio em uma pintura marcada por Guilherme Arana, aos 18 minutos, abrindo o placar em BH. O lateral aproveitou rebote na sobra, dominou de primeira e mandou no ângulo de Felipe Alves, que simplesmente olhou, sem nada poder fazer. Réver, de cabeça, após cruzamento de Keno, e Hulk, também marcaram para deixar o Galo em larga vantagem.

Apesar das mudanças, não esboça forças para reagir e sofre mais um gol. Um chocolate no Mineirão.

Com uma desvantagem já indigesta no primeiro tempo, Vojvoda mudou algumas peças para voltar à etapa complementar, pondo Ronald e Henríquez, na tentativa de poupar os substitutos Matheus Vargas e Romarinho, que pouco renderam no duelo. E assim o time cearense seguiu sem forças para minimamente reagir. O placar, porém, ficou ainda mais elástico para o Atlético-MG, e antes mesmo do primeiro minuto do segundo tempo. Isso porque Zaracho pegou rebote de Felipe Alves, após espalmar falta de Arana, e finalizou por cobertura. 4 a 0. Um chocolate. O Fortaleza, por sua vez, permaneceu encontrando extrema dificuldade para criar ações ofensivas e, durante todo o segundo tempo, apenas chegou ao gol de Éverson em duas oportunidades, ambas com Éderson. Na primeira, aos 33, ele finalizou para fora, e a segunda, aos 35, o meia fez o facão, mas finalizou fraco, sem maiores problemas para o goleiro do Galo defender.

Ficha do jogo

Atlético-MG 4

Everson, Guga, Réver (Igor Rabello), Júnior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair, Zaracho, Nacho Fernández e Keno (Vargas); Hulk (Sasha). Técnico: Cuca.

Fortaleza 0

Felipe Alves, Daniel Guedes, Titi, Mateus Jussa e Lucas Crispim; Éderson, Felipe (Bruno Melo), Yago Pikachu e Matheus Vargas (Henríquez); Romarinho (Ronald), Ronald e Robson (Depietri). Técnico: Vojvoda.

Local: Mineirão
Árbitro: Bráulio da Silva Machado
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Henrique Neu Ribeiro
Gols: Arana, do Atlético-MG, aos 18 do 1T; Réver, do Atlético-MG, aos 26′ do 1T; Hulk, do Atlético-MG, aos 40′ do 1T; Zaracho, do Atlético-MG, aos 1′ do 2T
Cartões amarelos:
Mateus Jussa (F), Pikachu (F), Jair (A), Éderson (F),




Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending