conecte-se conosco

Copa do NordestePBRNÚltimas

Sousa perde para o ABC, mas garante vaga na fase de grupos do Nordestão 2022

Defensivo e gastando tempo, Sousa perdeu por 2 a 1, mas garantiu a vaga por ter vencido a ida por 3 a 0. Jogo teve dois gols separados por 51 segundos e três vermelhos mostrados.

Reprodução/NordesteFC

Publicados

em

Já conhecemos o segundo classificado deste pré-Nordestão. Depois de uma vitória por 3 a 0 no Sertão Paraibano, o Sousa chegou com uma proposta defensiva e até perdeu, mas o 2 a 1 para o ABC em Natal não tirou a vaga do Dinossauro, que garantiu sua vaga na fase de grupos. Os potiguares abriram o placar com Negueba, sofrerem o empate 51 segundos depois, com Jó Boy, e fecharam com Allan Dias.

O jogo ainda teve três cartões vermelhos para o ABC, sendo um para um reserva, Netinho, um para um auxiliar, Altair Coimbra, e um para um atleta em campo, o atacante Wallyson.

O jogo encerrou a temporada das duas equipes, que, agora, só voltam a campo no início dos seus respectivos campeonatos estaduais, o que deve acontecer em janeiro de 2022. Neste ano, ABC e Sousa foram vice-campeões estaduais e disputaram a Série D, com potiguares garantindo o acesso à Terceira Divisão, enquanto os paraibanos foram eliminados ainda na primeira fase.

Como fica?

Com a classificação, o Sousa estará pela segunda vez em sua história na disputa da fase de grupos da Copa do Nordeste. Antes, o time já havia disputado a temporada 2013 do torneio regional. À época, a participação terminou ainda nos grupos, com apenas dois pontos somados na chave que tinha Sport, Fortaleza e Confiança.

Assim como naquele ano, o outro paraibano no torneio é o Campinense. Mas o Botafogo-PB ainda pode confirmar outra vaga. Depois do empate em 1 a 1, o Belo visita o Vitória às 21h30 do dia 18 para definir a presença na fase de grupos. No mesmo dia, às 19h, CRB e Moto Club se enfrentam em Maceió, depois de uma vitória maranhense por 2 a 1 na ida.

ABC domina, mas Sousa leva perigo

Precisando do resultado, o ABC subiu o ritmo e foi propor o jogo, o que gerava muito espaço para contra-ataques do Sousa, focado em um futebol de contenção e sem medo de gastar o tempo, que corria a seu favor. Com isso, o jogo começou muito aberto no meio de campo, com domínio potiguar no último terço.

Ainda assim, quando falamos de perigo de gol, o Dinossauro aparecia melhor. Organizado nas jogadas de velocidade, o time chegava bem ao ataque, enquanto prendia o Alvinegro na marcação, o forçando a chutes de longe. Assim, as melhores chances do primeiro tempo foram paraibanas.

Nos fim da primeira etapa, os potiguares cresceram e encontraram espaço para entrar com intensidade na área do Sousa, chegando com força em oportunidades consecutivas. Mas a pressão não caiu bem e, aos 47, o atacante Wallyson recebeu dois amarelos seguidos por reclamação e foi expulso, desencadeando uma grande confusão, com todo o time do ABC partindo para cima da arbitragem e forçando a entrada da Polícia Militar.

Gol(s) relâmpago

Com desvantagem no placar e no número de jogadores em campo, o ABC foi para o tudo ou nada e abriu o placar aos 4 do segundo tempo, com Negueba aproveitando a sobra de um escanteio para bater de longe e acertar um golaço. Na saída de bola, porém, um apagão defensivo fez com que o empate viesse 51 segundos depois, com uma jogada rápida pela esquerda terminando com Jó Boy, sozinho na área para empurrar para o gol.

Depois da falha, os mandantes seguiram buscando uma pressão maior e tentando incomodar a defesa paraibana. E foi assim que, aos 12, o empate saiu do placar de novo. Dessa vez, Wesley Pimbinha subiu pela esquerda e quase perdeu a bola, mas conseguiu passar para Allan Dias, que aparecia sozinho no meio da área para bater forte para o gol alvinegro.

Dali em diante, o jogo voltou à cara que teve no primeiro tempo, com um ABC propositivo e um Sousa jogando na contenção e sem medo de gastar tempo – a ponto de termos 10 minutos de acréscimo no segundo tempo. Com isso, até houve grandes chances de gol para os dois lados, mas a única emoção restante seria o vermelho para Netinho, que estava no banco potiguar.

Ficha do jogo

ABC (2)
Welligton; Netinho, Vinícius Paulista (Donato), Suéliton e Felipinho; Felipe Manoel, Valderrama (Denner) e Allan Dias (Claudinho); Wallyson, Negueba e Gustavo Henrique (Wesley Pimbinha). Técnico: Moacir Júnior.

Sousa (1)
Ricardo; André Victor, Adriano, Marcelo Duarte e Danilo Itaporanga; Romeu, Keyllo (João Victor) e Juninho Paraíba (Gílson Lins); Daniel, Arthur e Jó Boy (Rodrigo Poty). Técnico: Tardelli Abrantes.

Local do jogo: Estádio Maria Lamas Farache (Frasqueirão), em Natal-RN
Árbitro: Leo Simão Holanda (CE)
Assistentes: Renan Aguiar da Costa (CE) e Eleutério Felipe Marques Junior (CE)
Gol: Negueba (4’/2ºT | ABC), Jó Boy (4’/2ºT | SOU), Allan Dias (12’/2ºT | ABC)
Cartão vermelho: Wallyson (ABC), Altair Coimbra (auxiliar | ABC), Netinho (do banco | ABC)
Cartões amarelos: Negueba (ABC), André Victor e Ricardo (SOU)
Público: 3.109 torcedores
Renda: R$ 23.080

Trending