conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Executivo e gerente de futebol do Náutico são punidos pelo STJD com 30 dias de suspensão

Foto: Tiago Caldas/Náutico

Publicados

em

Mesmo de contrato renovado com o Náutico, o executivo de futebol, Ari Barros, terá que passar um mês afastado das suas funções, pois, juntamente com o gerente de futebol, Bruno Melo, foram condenados no STJD por xingamentos ao árbitro Dyorgines Jose Padovani de Andrade em jogo contra o Avaí, pelo primeiro turno da Série B 2021.

Na ocasião, o juiz registrou em súmula ter sido ofendido com palavras como “vagabundo”, “safado” e “ladrão” pelos dirigentes do clube, que precisaram ser contidos pelo aparato policial presente no estádio da Ressacada, em partida realizada no dia 14 de agosto, às 19h.

Além do afastamento das atividades, a punição também deixa vedada a possibilidade de ambos os profissionais darem entrevista no período.

Trending