conecte-se conosco

BABahiaPESanta CruzSESérie ASérie BSérie CSportÚltimasVitória

Futebol do Nordeste fecha 2021 com seis rebaixamentos e três acessos no Brasileiro

Fotos: Felipe Oliveira/EC Bahia; Anderson Stevens/Sport; Pietro Carpi/EC Vitória; Rafael Mello/Santa Cruz

Publicados

em

Com o encerramento da temporada de campeonatos em todas as divisões, o balanço que se apresenta para o futebol nordestino é de encolhimento, pois a região teve seis rebaixamentos espalhados nas Série A, B e C. Apenas na última divisão, onde não há descenço, é onde o Nordeste teve melhor desempenho, com três dos quatro acessos à Terceirona. Dessa forma, a região acumulou 50% de todos os rebaixados no futebol nacional em 2021.

Na Série A, dois dos quatro representantes acabaram perdendo a vaga na elite nacional. De maneira antecipada, o Sport caiu com o segundo pior desempenho do campeonato, apenas à frente da Chapecoense. Já o Bahia, viu seu destino ser selado com a derrota, na última rodada, para o Fortaleza, em jogo disputado na Arena Castelão.

Em 2021, a Série B foi considerada uma das disputas mais difíceis na época dos pontos corridos. Com direito a cinco campeões da Série A, seis clubes nordestinos largaram na disputa, mas apenas quatro conseguiram se manter, uma vez que Vitória e Confiança acabaram retornando à Terceirona.

Cotados ao acesso, CSA e CRB acabaram ficando com a quinta e a sétima posição, respectivamente. Já o Náutico, que largou com 14 jogos de invencibilidade, desidratou e ficou sem chances de subir antes do final do campeonato. O Alvirrubro pernambucano encerrou sua campanha com 53 pontos ganhos.

Série C

Na terceira divisão, o desempenho de um dos gigantes da região foi assustador. Lanterna do Grupo A, com apenas duas vitórias em 18 jogos, o Santa Cruz retornou à Série D com várias rodadas de antecedência. O Tricolor do Arruda só se salvou de ter a pior campanha geral porque o Oeste-SP venceu apenas uma partida e somou 18 pontos.

A segunda vaga envolveu uma luta que durou até a última rodada entre três clubes. No final, Floresta-CE e Altos-PI se salvaram e a Jacuipense retornou à Série D após dois anos na Terceirona.

Série D

Os únicos acessos nordestinos no ano ficaram a cargo dos clubes que disputaram a última divisão nacional. Conquistando três das quatro vagas, Atlético-CE, Campinense e o tradicional ABC, estão de volta à Terceira Divisão. Assim, a Terceirona contará com nove representantes da região em 2022.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending