conecte-se conosco
Sergipe 0x5 Cruzeiro Sergipe 0x5 Cruzeiro

Copa do BrasilÚltimas

Sergipe sofre goleada do Cruzeiro e está eliminado da Copa do Brasil

Publicados

em

O Sergipe foi mais uma das equipes a dar adeus à Copa do Brasil logo na primeira fase. Enfrentando o Cruzeiro, em jogo realizado na noite desta quarta-feira (23), no estádio Batistão, em Aracaju, o Gipão sofreu uma goleada por 5×0 e foi eliminado. 

Em desvantagem no Ranking da CBF, o Sergipe jogou em casa, mas o Cruzeiro tinha a vantagem do empate na briga pela classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. 

Classificada, a Raposa enfrentará o Tuntum, do Maranhão, que eliminou o Volta Redonda.

Adeus à Paulinha Abelha

A noite também foi marcada por luto em Sergipe. Horas antes da bola rolar para Sergipe x Cruzeiro, a notícia da morte da cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta, entristeceu o país. 

Paulinha tinha 43 anos e estava internada desde o dia 11 de fevereiro, em Aracaju, com problemas renais. De luto e em homenagem à cantora sergipana, o Sergipe entrou em campo com uma fita preta na camisa. 

O jogo

Com o Sergipe figurando entre as equipes que disputam a Série D do Campeonato Brasileiro, era de se esperar um favoritismo para o Cruzeiro. Apesar disso, os mineiros não tiveram vida fácil no Batistão e o duelo foi marcado pelo equilíbrio. Pelo menos no primeiro tempo. 

A partida começou intensa, com as duas equipes buscando o campo de ataque. Logo aos oito minutos, o Cruzeiro teve uma boa chance pela direita e João Paulo finalizou com perigo, mas o goleiro do Sergipe fez uma boa defesa com os pés. 

Mesmo sem se deixar intimidar, o Sergipe viu o Cruzeiro chegar com perigo diversas vezes na primeira etapa. A Raposa pressionava bastante, colocando a defesa da casa para trabalhar. Quando conseguiu chegar no ataque, porém, os donos da casa também assustaram. Nesse enredo, a partida foi para o intervalo no empate em 0x0. 

A história mudou, de fato, na segunda etapa. Na volta do intervalo, o técnico do Cruzeiro, Paulo Pezzolano, acionou Vitor Roque no lugar de Waguininho. O garoto de apenas 16 anos é uma das promessas atuais do clube mineiro e tratado como uma jóia do clube. Em campo, ele provou o porquê. 

Os 45 minutos adicionais foram totalmente diferentes da etapa inicial. Logo aos seis minutos, Giovanni recebeu passe na entrada da área e lançou Edu por cima, que mandou a bola para o fundo da rede. Começou a contagem. 

O Sergipe ensaiou uma reação. Aos 11 minutos, Doda recebeu um cruzamento na grande área e cabeceou para o gol. Ele acertou a trave e a bola quase entrou, mas foi só isso. 

O cronômetro já apontava 23 minutos e o placar ainda era 1×0 para os visitantes. Foi quando João Paulo aumentou o placar, depois de receber um passe na entrada da área e mandar a bola no canto superior. 

Depois disso, os números só aumentaram. Aos 27 minutos foi a vez de Thiago, que recebeu passe de Bidu e tocou na saída do goleiro João Gabriel, fazendo Sergipe 0x3 Cruzeiro. 

Nos minutos finais foi a vez da jóia cruzeirense brilhar. Aos 38, Vitor Roque recebeu passe de Thiago, tocou na saída de João Gabriel e marcou o quarto gol da Raposa no jogo. Para fechar a conta, aos 41, Vitor recebeu cruzamento de Rafael Santos e mandou para o gol. Caprichosamente, a bola ainda bateu no travessão, mas terminou no fundo do gol, cravando a goleada e a classificação do Cruzeiro e a eliminação do Sergipe. 

Ficha do jogo

Sergipe – João Gabriel; Marcio Lima (Silvio), Alexandre Lazarini, Wendel e Gilmar; Mateus Silva (Ageu), Hiago Ramiro (Kaio Felipe), Diego Arão e Matheus de Paula (Adailson); Doda (Fabiano) e Kaio Wilker. Técnico: Daniel Neri. 

Cruzeiro – Rafael Cabral; Rômulo, Lucas Oliveira, Eduardo Brock e Rafael Santos; Willian Oliveira, Filipe Machado (Pedro Castro), João Paulo e Giovanni (Bidu); Waguininho (Vitor Roque) e Edu (Thiago). Técnico: Paulo Pezzolano 

Local: estádio Batistão, Aracaju-SE.

Horário: 21h30

Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)

Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (ambos do RS)

Gols: Edu (Cruzeiro), aos 6 minutos do segundo tempo; João Paulo (Cruzeiro), aos 23 minutos do segundo tempo; Thiago (Cruzeiro), aos 27 minutos do segundo tempo; Vítor Roque (Cruzeiro), aos 38 minutos do segundo tempo e aos 41 minutos do segundo tempo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending