conecte-se conosco
Ceará x Flamengo Ceará x Flamengo

CECearáSérie AÚltimas

Ceará marca nos acréscimos e empata com o Flamengo na Arena Castelão

Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Publicados

em

O castigo do Ceará veio pelo alto. Com duas falhas do setor defensivo em bolas alçadas na área, o Vozão viu o Flamengo balançar as redes duas vezes. Porém, o Alvinegro lutou e conseguiu buscar o empate duas vezes. O primeiro com Mendoza, ainda na primeira etapa e o segundo, nos acréscimos da segunda etapa, com Nino Paraíba, em cobrança de falta.

Com o resultado, o Ceará segue na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, com apenas quatro pontos ganhos na competição. Contudo, ao menos a equipe do técnico Dorival Júnior consegue quebrar a sequência de derrotas, que já vinha afligindo a equipe há três jogos.

O próximo compromisso do Vozão será na terça-feira, quando recebe o General Caballero-PAR, na Arena Castelão, às 19h15. Pela Série A, os alencarinos voltam a campo no sábado, às 21h30, contra o Santos, na Vila Belmiro.

O jogo

O começo de partida foi tudo o que o Ceará não queria. Diante do Flamengo, o Alvinegro se viu pressionado desde o primeiro minuto, com a equipe carioca criando chances a partir da dobradinha Bruno Henrique e Arrascaeta pela esquerda. E logo aos sete minutos, o Vozão já ficou em desvantagem.

Após cobrança de escanteio de Arrascaeta, o volante Willian Arão passou por trás da defesa do Ceará e apareceu livre para cabecear, sem sair do chão, para balançar as redes do goleiro João Ricardo.

Três minutos após o gol, o Ceará sofreu mais um golpe. Artilheiro da equipe, Vina sentiu lesão na panturrilha e pediu para sair. Assim, Dorival Júnior precisou queimar sua primeira substituição para acionar o centroavante Zé Roberto. E foi dos pés dele que saiu uma boa chance para o Vozão. Após subida de Marcos Victor ao ataque, a bola se apresentou para o atacante, que bateu para boa defesa do goleiro Hugo Souza.

Crescendo de produção a partir da segunda metade do primeiro tempo, o Ceará conseguiu empatar a partida explorando a maior virtude do atacante Mendoza: a velocidade. Após falta cobrada de maneira rápida, o atacante recebeu nas costas da defesa rubro-negra e avançou. Ao chegar à grande área, o camisa 10 do Vozão na saída do goleiro flamenguista.

Contudo, dez minutos após o empate, a defesa alvinegra voltou a vacilar. Arrascaeta cobra falta pela esquerda, Willian Arão se movimenta, sobe mais que a defesa do Ceará e empurra para as redes do Vozão para descer em vantagem para os vestiários.

Segundo tempo

A etapa final parecia repetir o filme do que foi visto no início do primeiro tempo. O Flamengo se lançava ao ataque e buscava pressionar a saída de bola ainda no campo de defesa alencarino. Tanto que aos quatro minutos, o Rubro-negro conseguiu a primeira boa chance do segundo tempo.

Mais uma vez na bola parada, Arrascaeta fez cobrança de falta lateral para a área. A bola encontrou o zagueiro Pablo, que subiu mais que a zaga do Ceará e carimbou a trave do goleiro João Ricardo.

Seguindo sofrendo com a pressão flamenguista, o técnico Dorival Júnior modificou a equipe para fortalecer seu meio-campo. Assim, foram acionados Victor Luís, Richardson e Iury Castilho nas vagas de Lucas Ribeiro, Richardson e Erick.

A partir dos 20 minutos, o Flamengo arrefeceu seus ânimos e passou a administrar o placar. Assim, com a postura mais retraída dos cariocas, foi o Ceará quem aumentou a sua intensidade em busca do gol de empate.

O Vovô teve uma grande oportunidade aos 35 minutos. Após cobrança de escanteio, Iury Castilho acertou bela cabeçada no canto de Hugo Souza. O goleiro fez uma bela defesa e o lateral Matheuzinho afastou em cima da linha para evitar o gol alvinegro. Seis minutos depois, foi a vez de Mendoza exigir outra grande defesa do arqueiro do Mengão.

Nos acréscimos, brilhou a estrela de Nino Paraíba. Acionado na segunda etapa, o lateral bateu falta lateral direto para o gol e contou com uma falha do goleiro Hugo Souza, que estava adiantado, para dar o empate ao Ceará e finalizar o placar no Castelão.

Ficha do jogo

Ceará 2
João Ricardo; Michel Macedo (Nino Paraíba), Marcos Victor, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Lucas Ribeiro (Victor Luís), Geovane (Richardson) e Lima; Erick (Iury Castilho), Mendoza e Vina (Zé Roberto). Técnico: Dorival Júnior.

Flamengo 2
Hugo Souza; Isla (Marcos Paulo), Pablo, David Luiz (Rodrigo Caio) e Ayrton Lucas (Matheusinho); Willian Arão, João Gomes e Everton Ribeiro (Andreas Pereira); Arrascaeta, Bruno Henrique (Lázaro) e Gabriel Barbosa. Técnico: Paulo Sousa.

Local: Arena Castelão
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Gols: Willian Arão aos 7 e 37/1ºT (Flamengo); Mendoza aos 26/1ºT e Nino Paraíba aos 46/2ºT (Ceará);
Cartões amarelos: Geovane, Mendoza, Erick, Lucas Ribeiro e Richardson (Ceará); Ayrton Lucas, Pablo, Bruno Henrique, Marcos Paulo e Hugo Souza (Flamengo)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending