conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Após expulsão confusa, Ceará segura o Santos e empata fora pelo Brasileirão

Vozão aparece em penúltimo lugar, com cinco pontos; veja mais

Publicados

em

O Ceará fez um bom primeiro tempo diante do Santos, mas não conseguiu sair do empate sem gols na Arena Barueri. Na etapa complementar, o Vozão precisou se segurar após expulsão confusa de Richard aos 20 minutos e conseguiu trazer manter o 0 a 0, em duelo válido pela sétima rodada do Brasileirão.

E agora?

O time cearense é vice-lanterna da competição, com cinco pontos, um abaixo do Athletico, primeiro time fora da zona de rebaixamento. Na sequência da temporada, o Ceará vira a chave para visitar o Independiente-ARG, nesta quarta, pela Copa Sul-Americana. Na Série A, o compromisso seguinte ocorre no próximo sábado, diante do São Paulo, no Morumbi.

Análise, números, informações e mais: leia as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

O jogo – Santos e Ceará

Fora de casa, o Vozão se propôs a ir para cima e tentou as rédeas da partida – com 62% de posse de bola. O que deixou o jogo aberto, uma vez que viu o Santos também tentar se impor.

Sem Vina, peça fundamental no setor ofensivo e que atua pelo meio, o Ceará chegou com perigo pelos lados do campo, com Erick e, principalmente, Mendoza.

A melhor chance do jogo, inclusive, foi do colombiano, que arrancou em contra-ataque pela lateral e finalizou bem, mas parou em João Paulo. Do outro lado, Erick também registrou boa escapada, mas serviu Richard que, da entrada da área, chutou bem, mas viu o goleiro santista se esticar todo para defender.

Defensivamente, por sua vez, o Vozão sofreu com a velocidade do Peixe, que buscou explorar os espaços deixados pelas laterais cearenses. Assim, viu Marcos Leonardo avançar pela esquerda da defesa, mas o chute saiu para fora.

Isso tudo, aliás, ocorreu na primeira metade da etapa inicial, que teve ritmo intenso. Na reta final, as equipes diminuíram o ímpeto e o jogo ficou mais cadenciado.

Segundo tempo – Ceará e Santos

Para a etapa complementar, o Vozão não foi bem. A exceção de um chute de Zé Roberto da entrada da área, não conseguiu criar chances como fez no primeiro tempo. Por outro lado, permitiu mais chegadas do Santos dentro da área, que desperdiçou com Léo Baptistão, Marcos Leonardo e Angulo.

Gol anulado pelo VAR

O Ceará, aliás, até chegou a ser vazado, com Léo Baptista, em chute sozinho da meia lua após contra-ataque. O VAR, no entanto, anulou o gol por falta em Zé Roberto no meio de campo no início da jogada.

Expulsão confusa

Aos 19 minutos, o Vozão ficou com um a menos quando o VAR chamou para revisão lance, fora da bola, em que Richard disputa espaço com Julio. O jogador cearense abre os braços para não deixar o jogador santista ganhar o espaço e a arbitragem, após ir ao vídeo, apontou agressão e deu cartão vermelho direto ao volante. Os jogadores do Vozão reclamaram bastante.

Ceará se segura no fim

Com um a menos, Dorival procurou ajustar a marcação e acionou Richardson na vaga de Erick, além de Cléber no lugar de Zé Roberto. Assim, apesar da pressão, conseguiu segurar o ímpeto santista e conquistou um ponto fora de casa.

Ficha – Ceará e Santos

Santos

João Paulo; Madson (Lucas Braga), Maicon, Eduardo Bauermann, Lucas Pires, Rodrigo Fernández, Vinicius Zanocelo (Sandry); Brayan Angulo (Rwan), Jhojan Julio (Ricardo Goulart), Marcos Leonardo e Léo Baptistão (Lucas Barbosa). Técnico: Fabian Bustos

Ceará

João Ricardo; Michel Macedo (Luiz Otávio), Messias, Gabriel Lacerda, Bruno Pacheco; Rodrigo Lindoso, Richard, Lima (Nino Paraíba); Erick (Richardson), Zé Roberto (Cléber) e Mendoza (Iury Castilho). Técnico: Dorival Júnior

Local: Arena Barueri, São Paulo
Cartões amarelos: Jhojan Julio (SAN); Erick, João Ricardo, Rodrigo Lindoso e Nino Paraíba (CEA)
Cartão vermelho: Richard (CEA)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados