conecte-se conosco
No Ceará, Atlético-CE e Vitória ficam em empate ruim para os dois pela Série C No Ceará, Atlético-CE e Vitória ficam em empate ruim para os dois pela Série C

BACESérie CÚltimasVitória

No Ceará, Atlético-CE e Vitória ficam em empate ruim para os dois pela Série C

Equipes seguem na parte debaixo da classificação; confira

Publicados

em

Atlético-CE e Vitória fizeram um duelo equilibrado e empataram em 1 a 1, na noite deste sábado, no estádio Presidente Vargas, pela 10ª rodada da Série C. O Rubro-negro saiu na frente com Rafinha, enquanto o time cearense igualou o marcador com Caio Acaraú, ambos no primeiro tempo. Na etapa complementar, a partida perdeu nível e teve poucas emoções – time baiano jogou 45 minutos com um a mais.

E agora na Série C?

Com o resultado, o Atlético-CE fica em 18º lugar, com nove pontos, empatado com o Confiança, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Leão figura em 12º, com 11, cinco abaixo do Ypiranga-RS, que abre o G8.

Na sequência da Terceirona, a equipe cearense visita o Botafogo-PB, enquanto o Vitória recebe o Botafogo-SP, ambos no próximo domingo.

O jogo – Atlético-CE e Vitória

As equipes fizeram um confronto movimentado e aberto, com alternância nas investidas. Quem chegou primeiro foi o Atlético-CE, que quase marcou com Vandelan em chute na grande área, mas a defesa baiana travou em cima da hora.

Do lado do Vitória, a principal arma foi Rafinha. Inicialmente, ele quase marcou em cobrança de falta, que passou muito perto. Depois, ele armou contra-ataque aos 32 minutos, tabelou e saiu em boas condições dentro da área para só abrir o placar.

A vantagem, porém, durou pouco. Aos 41, o Atlético-CE aproveitou cobrança de escanteio e fez linha de passe dentro da área rubro-negra para Caio Acaraú completar e deixar tudo igual.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o duelo perdeu emoção e ficou muito parada, com faltas duras e cartões para os dois lados. Ao todo, foram oito amarelos e dois vermelhos (para Vanderlan, do Atlético-CE, aos dois do segundo tempo, e Yan Costa, do Vitória, nos acréscimos) nos 45 minutos finais, que não trouxeram emoções.

Pode-se dizer que as únicas jogadas de perigos saíram em chutes de fora da área, curiosamente quase todas do lado do Leão e em tentativas de Eduardo. Desta forma, prevaleceu a igualdade no marcador, que não foi boa para ninguém.

Informações, números, análises e mais: veja as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados