conecte-se conosco
Marcelo Paz - Fortaleza Marcelo Paz - Fortaleza

CECopa do BrasilFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza: Marcelo Paz confirma retorno de Lucas Crispim ao elenco: “pediu desculpas”

Foto: Karim Georges/Fortaleza

Publicados

em

Jogador havia sido afastado pela diretoria do Fortaleza no último sábado devido à realização de festa de aniversário após protestos da torcida em aeroporto

O afastamento de Lucas Crispim no Fortaleza já é coisa do passado. Nesta terça-feira, em pronunciamento realizado na sede do clube, o presidente Marcelo Paz confirmou que o jogador procurou a diretoria e a comissão técnica, pediu desculpas e foi acolhido pelo elenco. Assim, o camisa 10 foi reincorporado à equipe e voltou normalmente aos trabalhos no Pici.

“Ele conversou conosco nesta segunda (20), reconheceu que se excedeu, pediu desculpas à diretoria e ao elenco, que o acolheu e o abraçou. A gente entende que ele tem que ser reincorporado. Já está treinando. O Crispim mostrou humildade e que quer estar com a gente neste trabalho em 2022”, comentou Paz.

O afastamento do jogador, que foi comunicado em nota oficial pelo clube, no último final de semana, foi motivado pela realização da festa de aniversário dele na última sexta-feira, dia em que a delegação do Fortaleza foi recebida com protestos após a derrota para o Avaí na Ressacada, que culminaram com a tentativa de agressão do atacante Robson.

Por isso, em sua fala, nesta terça-feira, Paz aproveitou para salientar que o jogador, apesar de afastado no último final de semana, nunca foi indisciplinado dentro do clube. Contudo, o presidente deixou claro que, na interpretação da diretoria leonina, não era momento para celebração devido a todo o contexto que o Tricolor do Pici enfrenta.

“Estamos falando de pessoas e temos que ter respeito ao ser humano. Ele (Crispim) foi afastado. Eu convivo com ele desde fevereiro de 2021. Aqui dentro do clube, ele sempre foi um atleta responsável. Nunca faltou treino, nunca ficou de “biquinho”. Ele nunca foi um problema dentro do Pici. Nunca teve indisciplina”, disse.

“O extracampo causou descontentamento, na sexta-feira, por todo o contexto. Existe um contexto maior, mais amplo (do que a festa de aniversário). Existiu o protesto, nossa situação na tabela. Tem a hora de festejar e de ficar mais na sua”, completou Paz.

Incontestável na campanha no ano passado, que levou o Fortaleza à quarta colocação da Série A em 2021, Crispim não vem conseguindo repetir o mesmo desempenho neste ano. Alvo de críticas da torcida nos últimos jogos, o camisa 10 do Leão vinha se revezando na titularidade da ala esquerda do time com o lateral Juninho Capixaba.

Lucas Crispim - Fortaleza
Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza

O momento do Fortaleza

Após o afastamento de Crispim, o Fortaleza entrou em campo no domingo e conquistou sua primeira vitória dentro de casa no Brasileiro, contra o América-MG. O resultado permitiu que o Tricolor Alencarino deixasse a lanterna da Série A, ultrapassando o Juventude, que possui os mesmos 10 pontos do Leão, nos critérios de desempate.

Agora, o time do Pici volta as suas atenções para a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o Leão inicia a disputa por uma vaga nas quartas de final do torneio diante do seu maior rival, o Ceará. A primeira partida do confronto acontece sob mando tricolor, às 19h, na Arena Castelão.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending