conecte-se conosco
Cruzeiro x Fortaleza Cruzeiro x Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza quebra tabu diante do Cruzeiro em Belo Horizonte e volta a vencer na Série A

Foto: Bruno Oliveira/FEC

Publicados

em

O tempo de trabalho fez bem ao time do Fortaleza. Após os 10 dias de intervalo depois da última rodada da Série A – maior preparação desde fevereiro -, o Leão deu uma boa resposta em campo e bateu o Cruzeiro por 1 x 0, no Mineirão. Assim, o time cearense além de conquistar os três pontos, quebrou também o tabu de nunca ter vencido a Raposa no Mineirão.

Com o resultado, o Fortaleza quebra a sequência de quatro derrotas seguidas como visitante na Série A. Além disso, volta a subir na classificação da elite nacional, ganhando três posições. Dessa forma, o Leão ocupa momentaneamente o oitavo lugar com 17 pontos ganhos em 11 jogos. O Tricolor ainda pode perder a posição para RB Bragantino e Internacional, que entram em campo ainda pela 11ª rodada.

O jogo

Apesar dos 10 dias sem jogos por conta da data FIFA, que paralizou a Série A, Cruzeiro e Fortaleza não protagonizaram um primeiro tempo emocionante no Mineirão. Com as marcações se sobressaindo aos ataques, o que se viu na etapa inicial foram os donos da casa tendo muita dificuldade para encontrar seus pontas e articular as jogadas.

O Tricolor do Pici, por sua vez, levou sua força máxima a campo e passou boa parte do primeiro tempo tentando conectar os contra-ataques na transição em velocidade, mas sem conseguir por conta dos muitos erros de passe.

Dessa forma, o primeiro tempo teve apenas duas boas chances de gol, sendo uma para cada lado. Aos 19, Bruno Rodrigues aproveitou bola lançada na área e cabeceou para boa defesa de João Ricardo. O Leão só assustou na reta final, quando Guilherme roubou bola de Filipe Machado e partiu em contragolpe. Contudo, na hora da decisão, acabou arriscando de longe e o chute saiu por cima.

Cruzeiro x Fortaleza
Embate entre Raposa e Leão decepcionou na primeira etapa – Foto: Staff Imagens/Cruzeiro

Vendo a necessidade de tornar a equipe mais agressiva, Vojvoda sacou o volante Zé Welison já no intervalo. Com cartão amarelo, o meio-campista foi substituído por Hércules para melhorar a transição ofensiva e conseguir municiar os atacantes tricolores.

Entretanto, mesmo com as mudanças, o jogo seguia muito travado para ambas as equipes. O primeiro grande momento da etapa complementar foi um lance que gerou bastante reclamação do time do Fortaleza. Em lance na área, Calebe – acionado na vaga de Pochettino – caiu após choque com a defesa celeste. O árbitro Bruno Arleu mandou o jogo seguir.

Dessa forma, a partida só começou a melhorar em movimentação a partir dos 25 minutos, quandos as equipes decidiram partir para o ataque. A primeira grande chance foi do Cruzeiro, que em cruzamento na área, viu Henrique Dourado finalizar para fora.

Dez minutos depois foi a vez do Fortaleza não apenas incomodar, mas chegar ao gol que abriu o placar. Em jogada de contra-ataque, Galhardo rouba a bola no meio-campo e aciona o meia Calebe, que avançou livre e achou Lucero. O centroavante só teve o trabalho de finalizar com o gol aberto para colocar o Leão à frente.

Nos minutos finais, o técnico Pepa abriu ainda mais seu time e passou a empurrar o Fortaleza para o seu campo de defesa. O Tricolor ainda conseguiu conectar alguns contragolpes, mas não voltou a marcar por conta de erros na finalização. Dessa forma, o Fortaleza voltou a vencer na Série A após dois jogos de jejum.

Próximos jogos

O Fortaleza volta a campo já no próximo sábado quando irá encarar o Atlético Mineiro, na Arena Castelão, às 18h30. A partida é válida pela 12ª roadada da Série A.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Ficha do jogo

Cruzeiro 0
Rafael Cabral; William (Igor Formiga), Oliveira, Luciano Castán (Stênio) e Marlon; Filipe Machado (Wallisson), Neto Moura (Daniel Júnior) e Matheus Vital; Wesley, Bruno Rodrigues e Gilberto (Henrique Dourado). Técnico: Pepa.

Fortaleza 1
João Ricardo; Tinga, Brítez, Titi e Bruno Pacheco; Zé Welison (Hércules), Caio Alexandre e Pochettino (Calebe); Yago Pikachu, Guilherme (Lucero) e Thiago Galhardo. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

Local: Estádio Mineirão
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (FIFA/RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha (FIFA/RJ)
VAR: Murilo Francisco Misson Júnior (MG)
Gols: Lucero aos 35/2ºT (Fortaleza)
Cartões amarelos: Luciano Castán, Filipe Machado, Pepa, Wallisson e Marlon (Cruzeiro); Zé Welison, Guilherme, Brítez, Lucero e Caio Alexandre (Fortaleza)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados