Connect with us
Athletico_2x0_Bahia_Série A_2023 Athletico_2x0_Bahia_Série A_2023

BABahiaSérie AÚltimas

Frágil defensivamente, Bahia perde para o Athletico e corre risco de terminar rodada no Z-4 da Série A

Foto: José Tramontin/Athletico

Published

on

Tricolor teve mais uma atuação ruim e foi derrotado fora de casa

Frágil defensivamente, o Bahia perdeu por 2 x 0 para o Athletico Paranaense, na Ligga Arena, neste domingo, pela 15ª rodada da Série A. Os gols do Furacão tiveram as assinaturas de Vitor Roque e de Erick, que marcaram ainda no primeiro tempo. Com o resultado, o Esquadrão corre o risco de terminar a rodada no Z-4 do Brasileirão.

Com o resultado, o Bahia permanece com 13 pontos e na 16ª posição, mas pode cair para a zona de rebaixamento se o Goiás bater o Atlético-MG, nesta segunda, em Goiânia. O Athletico, por sua vez, agora é o oitavo, com 23.

O Bahia volta a campo no sábado (22), contra o Corinthians, às 18h30, na Arena Fonte Nova. No domingo (23), fora de casa, o Athletico visita o Vasco, às 18h30.

Athletico_2x0_Bahia_Série A_2023
Foto: José Tramontin/Athletico

O jogo entre Athletico Paranaense e Bahia

A partida começou em ritmo lento, com as duas equipes em rotação baixa ofensivamente, sem criar grandes chances. No entanto, o Athletico aproveitou a fragilidade defensiva do Bahia e, aos 23, abriu o placar. Khellven cruzou para Vitor Roque, sozinho, completar de cabeça e fazer o primeiro do Furacão.

Em vantagem, o Athletico seguiu com o controle do jogo e ampliou o marcador novamente com a bola aérea. Em mais uma jogada pela direita, Khellven cruzou para Erick, que testou e fez o segundo do Furacão na partida.

O Bahia, por sua vez, além de ceder muitos espaços, pouco produzia ofensivamente. A melhor chegada do Esquadrão aconteceu em uma finalização de Lucas Mugni, onde Bento mandou para escanteio.

Se no primeiro tempo o jogo foi controlado para o Athletico, a etapa final começou ainda mais, já que o Bahia abusou de erros defensivamente e cedeu bastante espaço para o Furacão.

O Athletico, diga-se, teve ao menos três bons contra-ataques para marcar. Nos dois primeiros, por sua vez, Vitor Roque desperdiçou as oportunidades, enquanto no outro Christian mandou raspando o travessão.

Christian, diga-se, perdeu outra ótima chance: após cruzamento de Khellven, o meio-campista, na pequena área, finalizou para uma grande defesa do goleiro Marcos Felipe.

O Bahia, por sua vez, continuou improdutivo, tendo apenas alguns lapsos ofensivos, apesar das mexidas do técnico Renato Paiva. Já nos acréscimos, após cruzamento, Everaldo cabeceou e Bento fez uma grande defesa. No rebote, Ademir não conseguiu completar para o gol.

Assim, com a fragilidade defensiva e a improdutividade ofensiva, não restou outro destino para o Esquadrão após mais uma atuação ruim na Série A: mais uma derrota no Brasileirão.

FICHA DO JOGO

ATHLETICO PARANAENSE 2
Bento; Khellven (Madson), Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Esquivel; Fernandinho (Hugo Moura), Erick, Christian e Vitor Bueno (Vidal); Cannobio (Cuello) e Vitor Roque (Pablo). Técnico: Wesley Carvalho

BAHIA 0
Marcos Felipe; Cicinho (André), Gabriel Xavier, Kanu e Ryan (Matheus Bahia); Acevedo (Yago Felipe), Thaciano e Cauly; Ademir, Kayky (Lucas Mugni) e Everaldo. Técnico: Renato Paiva

Local: Ligga Arena, em Curitiba (PR)
Árbitro: 
Rafael Rodrigo Klein (RS)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Maira Mastella Moreira (RS)
VAR: Igor Junio Benevenuto
Cartões amarelos: Zé Ivaldo e Thiago Heleno (CAP); Everaldo (BAH)
Gols: Vitor Roque e Erick (CAP)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados