Connect with us
Organizadas do Fortaleza suspensas da arquibancada Organizadas do Fortaleza suspensas da arquibancada

CECopa Sul-AmericanaFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza: Ministério Público suspende presença de organizadas e realização de mosaicos em semifinal da Sul-Americana

Foto: Mateus Lotif/Fortaleza

Published

on

Decisão foi tomada por conta das brigas entre organizadas do Fortaleza, que ocorreram no 1º jogo das semifinais da Copa Sul-Americana

Em decisão tomada nesta quinta-feira, o Ministério Público do Ceará (MP-CE) suspendeu a presença de duas das principais organizadas ao Fortaleza nas próximas duas partidas do Leão, contra o Grêmio (Série A) e diante do Corinthians (segundo jogo da semifinal da Copa Sul-Americana.

Assim, os membros de tais grupos ficariam proibidos de entrar na Arena Castelão portando bandeiras, faixas, mastros e instrumentos musiciais, além de qualquer outro artefato que indique a presença das respectivas facções organizadas.

O despacho seria uma resposta à confusão protagonizada pelas duas facções nas arquibancadas da Neo Química Arena, em São Paulo, no primeiro jogo das semis do torneio continental.

Confusão entre organizadas - Corinthians x Fortaleza
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Inclusive, a decisão estaria ancorada no artigo 41-B do Estatuto do Torcedor, que prevê punições àqueles que causarem tumulto, praticarem ou incitarem a violência, além de invadir local restrito aos competidores em eventos esportivos. A pena prevista para tal delito é de um a dois anos de reclusão e multa. Na última terça-feira, data do jogo contra o Corinthians, 36 pessoas acabaram detidas após a realização da semifinal da Sul-Americana, que acabou empatada em 1 x 1.

Fortaleza se prepara para recorrer da decisão

Contudo, a decisão poderá ser flexibilizada graças a pedidos do Fortaleza. Segundo fontes ligadas ao Leão do Pici, o clube já estaria em contato com o MP-CE com o intuito de liberar o mosaico, que segundo os leoninos já é algo que faz parte do legado institucional, além da presença das baterias.

Sobre os instrumentistas, o clube ressalta que precisa pedir a autorização para a participação deles em todos os jogos. Além disso, estes não entram no estádio caracterizados como integrantes de organizadas, mas sim, trajando as cores do clube.

Entretanto, para além das solicitações junto à Justiça, o discurso tricolor segue reiterando as recomendações de segurança tomadas pelo Ministério Público e pelo Governo do Estado do Ceará, postura alinhada ao que foi dito pelo presidente Marcelo Paz, após o término do jogo na Neo Química Arena, em pronunciamento nas redes sociais do Fortaleza.

Segundo o mandatário, o Fortaleza acredita que o futebol é espaço para entretenimento, festa e para que as famílias possam usufruir. Além disso, Paz ainda cita a vontade do Fortaleza de fazer parceria com os órgãos de segurança para evitar que os “brigões” voltem a frequentar estádios.

Números, estatísticas e mais sobre o futebol nordestino: Confira as últimas do Blog de Cassio Zirpoli

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados