conecte-se conosco

AnalistasKauê DinizNáutico

Ritmo mais acelerado na produção da base

Publicados

em

Com uma mudança de postura, até mesmo estatutária, e valorização das categorias de base com um olhar mais de autossustentação da máquina do futebol, o Náutico conseguiu produzir em volume maior. Inclusive, alguns nomes se transformaram em ativos que ajudaram ao Timbu, de alguma forma, a estar com os salários em dia atualmente, apesar de uma campanha desastrosa na Série B e com o abismo do rebaixamento se aproximando. No elenco atual, a turma da base é grande: Jefferson, Hereda, Rafael Ribeiro, Diego, Carlão, Renan, Rhaldney, Lucas Paraíba, Marcos Vinicius e Erick, esses dois últimos que já renderam dinheiro aos cofres do clube e voltaram por empréstimo.

Bruno – 26 anos
Goleiro

Após duas temporadas como titular da meta alvirrubra, foi atuar emprestado no futebol português, primeiro no Gil Vicenti e agora no Vilafranquense, onde é titular na Segunda Divisão local.

Sérgio – 23 anos
Goleiro

Depois de passar pelo Flamengo, de Arcoverde, e Retrô, neste ano foi emprestado ao Salgueiro, onde é apenas opção no banco de reservas.

Joazi – 24 anos
Lateral-direito

Teve um início bastante ascendente no clube e, aos 20 anos, era titular absoluto e considerado um dos melhores da posição na Série B 2016. Porém, não conseguiu manter o futebol nas demais temporadas e começou uma fase andarilho, passando por Boa Esporte, CSA, América-RN, Uberlândia e Sampaio Corrêa, onde é reserva na Série B, mas entra em campo com frequência.

David – 26 anos
Lateral-direito

Em 2017, após temporadas oscilantes, conseguiu uma regularidade, atuando por diversas vezes como titular na posição. Em 2018, foi para o Tombense, onde se encontra até hoje ocupando a titularidade.

Guilherme – 26 anos
Lateral-direito

Aos 21 anos, em 2015, surgiu bem no Timbu, destacando-se na bola parada. Fez naquele ano 34 jogos e 3 gols. Depois foi emprestado, em 2016, ao Sampaio Corrêa, e seguiu nas temporadas seguintes para Rio Claro, Campinense, Cianorte, Salgueiro até chegar ao Afogados da Ingazeira em 2020.

Manoel – 24 anos
Lateral-esquerdo

Em 2017, enfim conseguiu ter uma temporada consolidada com 39 jogos. Posteriormente, rodou por CRB, Apucarana, Cabofriense, Almirante Barroso e Tombense.

Feliphe Gabriel – 23 anos
Zagueiro

Canhoto, chamou atenção pela qualidade técnica e sendo titular do Timbu na Série B de 2017. Vendido a um clube de empresários, o Cianorte, rodou sem destaques por Vitória, Salgueiro e está no sub-23 do Santa Cruz agora.

Cal Rodrigues – 24 anos
Volante

Surgiu bem na temporada de 2017 no Estadual. Mas não repetiu o mesmo volume de atuações e desde a temporada 2019/2020 está no futebol cipriota, onde defende o ENP. Antes, no primeiro semestre de 2019, passou sem destaque pelo Ferroviário-CE.

Wagninho – 20 anos
Volante

Considerado uma promessa da base do Náutico, Wagninho fez 10 jogos pela equipe principal do Timbu em 2020, cinco deles como titular. O jogador foi emprestado com opção de compra ao Fluminense até 30 de junho de 2021. Vai compor o grupo sub-23 do Tricolor na disputa do Brasileiro de Aspirantes.

Niel – 26 anos
Volante

Jogador que sofreu com séria lesão e assim atrapalhou bastante sua trajetória no Náutico, quando se firmava como titular há quatro anos, hoje se encontra no Santa Cruz de Natal.

Willian Gaúcho – 22 anos
Volante

Apareceu até bem no profissional, mas depois sumiu e neste ano foi emprestado no Estadual ao Afogados da Ingazeira e disputa a Série C pelo Boa Esporte.

Luiz Henrique – 23 anos
Meia

Deixou o Náutico após 64 jogos disputados e quatro gols marcados e como titular absoluto na temporada passada: jogou 37 dos 38 jogos do Náutico. O Timbu negociou 80% dos direitos econômicos do atleta por 250 mil euros (o equivalente a pouco mais de R$ 1 milhão) em julho de 2019 com o Moreirense, de Portugal. O clube pernambucano mantém os 20% restantes. Sem muitas oportunidades – somente quatro jogos -, foi emprestado ao Oliveirense, onde é titular na Segunda Divisão lusitana.

Robinho – 22 anos
Atacante

Após fazer uma temporada de estreia, em 2018, com nove gols em 37 partidas, a maioria como titular, tornou-se um bom ativo para o clube, que o emprestou ao Goiás e, ano passado, foi negociado em definitivo com o Bragantino. O Náutico permaneceu com 35% dos direitos federativos. Com oportunidades mais raras, seguiu para o CRB recentemente, onde é titular na Série B.

Thiago Fernandes – 20 anos
Atacante

No total, Thiago disputou 16 partidas pelo Náutico em sua segunda passagem. Marcou um gol e deu duas assistências. Considerado uma das maiores joias do clube nos últimos anos, voltou para o Flamengo, que comprou no passado seus direitos federativos, para atuar no sub-20

Jefferson Nem – 24 anos
Atacante

Depois de passar por Guarani e Atlético GO sem fazer sucesso, Nem foi atuar no Alverca de Portugal.

Odilávio – 24 anos
Atacante

Teve até oportunidade de entrar em campo 19 jogos pelo Náutico ano passado e marcar quatro gol. Mas depois seguiu para um empréstimo no Figueirense, onde não encontrou espaço. Em 2020, transferiu-se para o atual campeão da Estônia, Nomme Kalju, onde é reserva.

Tharcysio – 22 anos
Atacante

Teve algumas oportunidades em 2018 e 2019 no profissional e depois seguiu para jogador no futebol português em divisões bastante inferiores da principal. Primeiro, pelo Casa Pia e agora no Loures.

Rogerinho – 24 anos
Atacante

Após algumas chances em 2018, passou a rodar pelo país: Passo Fundo, Ipojuca, Atlético Cearense, América-RN e Crato.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending