conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Dado exalta integrados do sub-20 e mira trocas no Bahia: ‘Oxigenação’

Treinador falou sobre o tempo para trabalhar e projetou o duelo diante do Grêmio

Foto: Divulgação/ EC Bahia

Publicados

em

Nas vésperas de enfrentar o Grêmio, o técnico Dado Cavalcanti projetou o confronto que ocorre nesta quarta-feira, às 19h15, na Arena do clube gaúcho, pela 28ª rodada da Série A. Para o duelo, o treinador acionou dois jogadores da equipe sub-20, os atacantes Marcelo Ryan e Thiago (este artilheiro da competição), enchendo-os de elogios e destacando características diferenciais.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Bahia

“Já tinha a necessidade e o interesse meu em tê-los há mais tempo. Tomei o cuidado para não desfalcar o nosso sub-20, (mas) foi inevitável a vinda de Thiago antes pelo fato de entender que ele traz uma perspectiva diferente ao nosso time, um jogador de fundo de campo, veloz, muita agressividade, que às vezes nos falta”, disse.

LEIA: Bahia anuncia ex-goleiro Renê Marques para coordenador de futebol

“Marcelo talvez ainda passe por uma adaptação maior, até por ser mais jovem. Jogou menos,  tem menos experiência, mas são dois jogadores que o Bahia conta não só para a sequência dessa temporada, mas com uma perspectiva de evolução”, acrescentou Dado.

Ouça a mais recente edição do Hoje Tem Bet, que analisa os jogos dos nordestinos nas Série A. Debate sobre o Bahia começa a partir do minudo 5.

Para o confronto diante do Grêmio, o técnico não terá à disposição Gregore e Juninho, suspensos, além de Juninho Capixaba, que pertence ao clube gaúcho. Para além dos desfalques, por sua vez, Dado prometeu mais mudanças, a fim de oxigenar o time, ainda que não tenha especificado quais – o treinador volta a contar para este duelo com Zeca, Ramon, Daniel e Rodriguinho. 

“Eu comemorei, vibrei, pelas opções que ganhei, mas lamento muito as ausências, que são significativas. O tempo também serviu para isso, trabalhar os jogadores que vão entrar no lugar. Tomei a decisão de mudar em outras posições por pensar que a evolução também passa por isso, dar uma oxigenação maior no grupo, mexer um pouco no caldeirão, buscar soluções dentro do nosso grupo porque estamos na fase final do campeonato, ninguém vai chegar”, disse.

Por fim, o treinador falou sobre a pausa que teve para trabalhar o elenco do Tricolor. Da derrota para o Internacional até o confronto diante do Grêmio foram dez dias de recuperação e treinamentos. 

“Foi importante, numa condição de trabalho de correção. As mudanças sugeridas de um jogo para outro requerem tempo para amadurecimento da ideia dos jogadores em campo. Então o tempo foi importante para que a gente reforçasse algumas ideias de jogo, corrigindo alguns erros no jogo passado para que não venha a ser recorrente. E eu creio que os ajustes de treino fazem com que a equipe evolua para buscar resultado no jogo. Então a expectativa é que no próximo jogo tenhamos uma performance melhor, principalmente na eficiência, tanto defensivamente como também agressividade na chegada à frente para que consigamos um resultado diferente do último jogo”, concluiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending