conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Sport é dominado na Ilha, perde para o Fla e segue pressionado pelo Z4

Tentando marcar alto, Leão errou demais e foi presa fácil para o time carioca

Foto: Divulgação/ Flamengo
Avatar

Publicados

em

Na Ilha do Retiro, o Sport levou um verdadeiro vareio de bola. Dominado e facilmente envolvido desde o primeiro lance do jogo, perdeu para o Flamengo por 3 a 0 na noite desta segunda-feira, em duelo válido pela 33ª rodada da Série A. Os gols do time carioca foram marcados por Gabigol, aos 3 minutos, Bruno Henrique, aos 18, e Pedro, nos acréscimos.

E agora?

Com o resultado, o Leão permanece com 35 pontos, em 16º lugar, no limite da zona de rebaixamento. Na sequência da Série A, o Sport volta a campo nesta sexta, diante do Botafogo, no Engenhão.

Estatísticas

Posse de bola: Sport 39% x 61% Flamengo
Finalizações: Sport 8 x 20 Flamengo
Finalizações no gol: Sport 2 x 8 Flamengo
Passes certos: Sport 263 (81%) x 431 (86%) Flamengo
Desarmes: Sport 5 x 20 Flamengo
Defesas do goleiro: Sport 6 x 2 Flamengo

Primeiro tempo esquecível do Sport

O Sport levou um vareio de bola no primeiro tempo, onde prevaleceu não apenas a disparidade técnica, mas também faltou concentração ao Leão, que cometeu erros demais.

Logo no início, o Sport tentou marcar pressão o Flamengo, o que mostrou-se um erro. Com um meio de campo extremamente qualificado, o clube carioca conseguiu passar pelas linhas do Sport sem dificuldades. E com espaço para jogar, não demorou nada a abrir o placar, que contou com deslize pernambucano.

Logo aos três minutos, em virada da esquerda da defesa do Sport, Patric não acompanhou na marcação e Arrascaeta entrou livre, só servindo Gabigol com a barra escancarada para marcar.

Leão sente o gol

Em desvantagem, o Sport mostrou-se atordoado em campo. Sem conseguir marcar, foi facilmente envolvido e cedeu várias chegadas ao Flamengo. Além disso, desatento, o Leão cometeu muitos erros na saída de bola. Aos dez minutos, Luan Polli saiu jogando errado e a bola ficou para Gabigol, com a barra aberta, isolar na pequena área. Muito mal, parecia questão de tempo levar o segundo gol. E assim foi.

Após nova saída de bola errada, Patric – em péssima noite – tocou nos pés de Gabigol, que arrancou e serviu para Arrascaeta chutar. A bola do uruguaio desviou e, na sobra, Bruno Henrique estufou as redes para fazer 2 a 0 aos 18 minutos.

Sport segue mal

Fazendo um primeiro tempo esquecível, o Sport continuou exposto em campo, errando e cedendo chances, todas desperdiçadas pelo Flamengo, aos 29 e 33 minutos com Gabigol, e aos 41 com Bruno Henrique, todas na área. Foi um verdadeiro passeio, com 13 a 2 em finalizações para os cariocas.

Apático em campo, o único que teve algum sopro de boa atuação foi Ewerthon, veloz pela ponta direita. Apesar do ímpeto, criou pouco.

Segundo tempo melhor, mas pouco

Para a etapa complementar, o Sport melhorou a marcação, desistindo da pressão e posicionando-se no próprio campo, reduzindo os espaços entre as linhas. Assim, sofreu menos do que em relação ao primeiro tempo, ainda que o Flamengo tenha diminuído o ritmo.

Além disso, com a bola, o Leão melhorou um pouco mais no aspecto ofensivo, conseguindo chegar, ainda que não tenha tido chances claras. As melhores jogadas foram escapadas pela direita, com Dalberto e Patric, mas em ambas as jogadas a defesa carioca interceptou o último toque.

Na metade final do segundo tempo, Jair Ventura fez mexidas ofensivas e o Sport se mandou mais para frente, mas seguiu falhando no terço final. Ao mesmo tempo, voltou a dar espaço para o Flamengo, que aproveitou e fez o terceiro com Pedro nos acréscimos do jogo.

Trending