conecte-se conosco

Copa do NordestePESanta CruzSEÚltimas

Santa Cruz vence fácil o Itabaiana e leva a última vaga do Nordestão

(Foto: Rafael Melo/Santa Cruz)
Avatar

Publicados

em

Um alento mínimo para o Santa Cruz finalizar a temporada 2020. Jogando em casa no Arruda, o Tricolor confirmou o favoritismo e venceu o Itabaiana sem grandes dificuldades pelo placar de 2 x 0, com um gol em cada tempo de jogo. Vitória que sela para o clube coral a 16ª e última vaga que faltava ser definida para a Copa do Nordeste de 2021, e evita mais uma eliminação dolorosa para o elenco que ficou no ‘quase’ nas principais decisões do ano, tanto no Campeonato Pernambucano quanto na Série C.

Além de garantir mais oito datas de jogos para o Santa Cruz e mais uma participação na fase de grupos do Nordestão, a vaga dá ao clube uma importante quantia financeira em cota de televisionamento dos jogos. Apesar dos números oficiais desta edição não divulgados de forma oficial, estima-se que haja um acréscimo no R$ 1,7 milhão que foi destinado aos clubes do grupo 2 de cotas, que é o caso do Santa Cruz.

O jogo

Jogando em casa, o Santa Cruz começou o jogo com a maior posse de bola, porém com dificuldade para conseguir aproximação da grande área adversária. Enquanto o Itabaiana, embora com marcação reforçada e tentando segurar o empate para levar a decisão da vaga para os pênaltis, não abriu mão de atacar quando conseguia roubar a bola no seu campo de defesa e partir em velocidade. E foi dos sergipanos o primeiro chute a gol, aos 6 minutos, com Harrisson, levando perigo para Luiz Fernando.

Depois do susto, aos poucos o Tricolor foi encontrando espaços pelas pontas, com triangulações geradas por Chiquinho, Didira, e os laterais. A resposta veio com Didira aos 9′, também em chute de longa distância. Mas a melhor chance veio aos 28′, com Chiquinho cobrando falta frontal da intermediária e acertando o travessão de Remerson, vendido no lance.

Sem conseguir infiltração na área tumultuada dos sergipanos, Lourenço tentou novo chute de fora aos 38′ e Remerson teve dificuldade para mandar escanteio, mesmo sem tanta força. E o lance foi apenas um prognóstico do que viria a seguir, aos 42′. Chiquinho bateu de esquerda, bem mais forte, e Remerson engoliu um frango. Importante vantagem coral para o intervalo, diminuindo a pressão para buscar o resultado.

Estatísticas do 1º tempo

Posse de Bola: Santa Cruz 68% x 32% Itabaiana
Finalizações: Santa Cruz 6 x 2 Itabaiana
Faltas: Santa Cruz 9 x 8 Itabaiana
Impedimentos: Santa Cruz 1 x 0 Itabaiana
Escanteios: Santa Cruz 4 x 2 Itabaiana

Fonte: TV Jornal/SBT

Itabaiana reage

Precisando reagir, o técnico Maurílio Silva mandou a campo mais um atacante, com Pedro Henrique dando suporte. E a mudança contribuiu para a melhora do Itabaiana, junto com uma postura mais ofensiva. O time pressionou o Santa Cruz em seu campo de defesa nos primeiros minutos, e teve com Ila uma boa cobrança de falta frontal, aos 4′.

Mas logo o Santa Cruz conseguiu neutralizar a investida do Itabaiana, e voltou a ter mais posse. Ainda assim sem a infiltração na grande área, e arriscando de longe. Lourenço arriscou aos 8′ e Chiquinho, de novo, aos 10′, levaram perigo ao pouco confiável Remerson. E na primeira vez em que o Santa conseguiu entrar com clareza pela direita, aos 14′, Toty e Chiquinho armaram a jogada. Rangel não conseguiu o cabeceio, mas Lourenço aproveitou a sobra para ampliar.

Ânimos exaltados

Com o placar praticamente resolvido a essa altura, por volta dos 30 minutos, os jogadores se estranharam depois que Lourenço caiu e foi xingado por Diego Bispo. Lourenço e Hugo trocaram agressões, mas o árbitro não expulsou os dois atletas de campo.

Estatísticas do 2º tempo

Posse de Bola: Santa Cruz 51% x 49% Itabaiana
Finalizações: Santa Cruz 6 x 3 Itabaiana
Faltas: Santa Cruz 14 x 9 Itabaiana
Impedimentos: Santa Cruz 0 x 0 Itabaiana
Escanteios: Santa Cruz 2 x 4 Itabaiana

Fonte: TV Jornal/SBT

Sem Série B no calendário e com a antecipação da verba de transmissão do Estadual, fora a ausência de bilheteria, a classificação representa uma receita bem importante para o reinício do Santa Cruz

Santa Cruz quase ampliou

Restou ao Santa Cruz segurar o placar até o final, mas o time coral ainda quis mais. Martelotte realizou mudanças, como a entrada de Pipico, e tirou proveito dos espaços que o Itabaiana passou a deixar expostos. André tabelou com Toty e quase marcou o seu primeiro gol como profissional, num bom chute cruzado aos 34′. Paulinho, aos 43′, também teve a chance do terceiro gol do jogo. Mas nem precisou.

Itabaiana quase diminuiu

Já o Itabaiana, ir sua vez, ainda teve um pênalti a cobrar aos 47′, mas Thiago Santos desperdiçou a chance de pressionar nos acréscimos, ao bater rasteiro para fora.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending