conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Três dos quatro presidenciáveis do Sport têm Jair como prioridade

NE45 conversou com Fred Domingos, Nelo Campos, Eduardo Carvalho e Delmiro Gouvêia sobre o técnico

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife
Avatar

Publicados

em

Com o término da Série A cada vez mais próximo, aumenta a expectativa da torcida do Sport sobre a continuidade do técnico Jair Ventura, cujo contrato vai até o dia 25 de fevereiro. Afinal, mesmo que o Leão ainda não tenha se livrado da queda e possa vir a ser rebaixado, o trabalho do treinador é reconhecidamente bom, já que foi o responsável por tornar a equipe competitiva no campeonato, especialmente em meio às perdas que teve nos últimos meses.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Sport

Diante deste cenário, o NE45 conversou com todos os candidatos à presidência do Sport, cujo pleito está previsto para ocorrer no dia 5 de março, acerca do que pensam sobre uma possível renovação com o técnico Jair Ventura.

LEIA: Sport negocia percentual de Jadsom, vendido pelo Cruzeiro ao Bragantino

E dos quatro presidenciáveis, que realizaram a inscrição das chapas nesta sexta-feira, data limite, apenas Eduardo Carvalho mostrou-se reticente quanto ao treinador. Já Nelo Campos, Fred Domingos (situacionista) e Delmiro Gouvêia enalteceram o técnico e destacaram o desejo de permanência.

BLOG DE CASSIO ZIRPOLI: Com quatro candidatos, eleição do Sport para 2021/2022 já tem um recorde

Jair foi contratado no fim de agosto, após o Sport registrar um mau começo de Série A e figurar na zona de rebaixamento. Rapidamente, organizou o time, especialmente o sistema defensivo, conseguindo resultados – até surpreendentes, como aparecer no G6 -, mas sobretudo manteve o Leão vivo e competitivo na luta contra a queda.

Restando três rodadas, o Sport está 14ª colocação, com 41 pontos, quatro acima do Vasco, que abre a degola. No total, tem 30 partidas, com 11 vitórias, quatro empates e 15 derrotas, totalizando 41% de aproveitamento. Confira, abaixo, o que disseram cada um dos candidatos.

Fred Domingos (chapa Sport de Primeira)

Fred Domingos conta com o apoio de Milton Bivar e tem como vice Bruno Reis. Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

“A ideia é a permanência do treinador. Estamos fazendo o planejamento para 2021 contando com a presença do treinador. Agora, nós estamos convictos que teremos uma eleição vitoriosa e contamos com Jair. Se for eleito presidente, ele é o meu treinador”, afirmou Fred, que atualmente é diretor de futebol do clube.

Nelo Campos (chapa Sport na Raça)

Nelo Campos foi diretor de futebol da atual gestão, onde saiu em março de 2020. O vice é Leonardo Lopes. Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

“Jair, na saída de Guto, era um dos meus nomes (na época, Nelo era diretor de futebol). E hoje, com certeza, é o primeiro nome da lista da gente. Agora, eu não o conheço pessoalmente, preciso conversar com ele, não contrato um técnico sem conversar, saber quais são os objetivos e passar os nossos objetivos. Entender a nossa realidade e o nosso objetivo, se vai ser Série A ou Série B”, afirmou. “Eu tenho certeza que ficaremos na Série A, confio demais no comprometimento e na dedicação do elenco. Então Jair, com certeza, hoje é o número um da nossa chapa”, acrescentou.

Delmiro Gouvêia (chapa Juntos pelo Sport)

Delmiro Gouvêia é empresário e tem como vice-presidente Marcos Cabral. Foto: Divulgação

“Ele vem tirando leite de pedra, é um excelente técnico. Vejo (o nome dele) com bons olhos, (me) agrada, mas temos que discutir com a diretoria de futebol, capitaneada por Homero Lacerda”, avaliou.

Eduardo Carvalho (chapa Uma razão para viver)

Eduardo Carvalho já fez parte de gestões do Sport enquanto diretor jurídico e tem como vice Aracy Bibiano. Foto: Reprodução

“Eu vou me reunir com a minha comissão técnica, nós pretendemos nos reunir, se for a hipótese, com Jair, mostrar para ele o que estamos pretendendo fazer no futebol e ver se ele se adequa. Mas Jair não será o único a ser procurado”, iniciou. “Eu, Eduardo, entendo que o desgaste foi grande e que, portanto, o ideal, na minha ótica, o meu perfil de técnico, não é Jair. Diria que é possível que ele fique, mas muito, muito remoto. A depender de mim, que não fico em cima do muro, agradeceria o que ele fez, um profissional honesto, mas ele não ficaria”, finalizou.

Trending