conecte-se conosco
Ceará Ceará

CECearáSérie AÚltimas

Com gol no fim, Ceará bate Botafogo e fecha boa campanha na Série A

Foto: Felipe Santos/ Ceará SC

Publicados

em

Com um time mesclado e marcando a despedida do goleiro Fernando Prass do futebol, o Ceará encerrou a Série A com uma vitória diante do Botafogo, no Castelão, por 2 a 1. Depois de um primeiro tempo de domínio, apesar de não ter criado muitas chances, o Vozão largou com a vantagem. No começo da etapa final, sofreu o empate. Ficou com um jogador a menos na reta final de partida, mas contou com a insistência de Saulo Mineiro para desempatar no fim do jogo. Com o triunfo, o Alvinegro termina a Primeirona na 11ª colocação, com 52 pontos. Confira a classificação final da Série A.

Despedida e homenagem

Aos 42 anos, o goleiro Fernando Prass anunciou sua aposentadoria do futebol. Antes da partida, ele foi homenageado por jogadores, comissão técnica e funcionários do Ceará. O atleta chegou ao Vozão em 2020 e disputou 52 partidas com a camisa alvinegra.

Começo lento, seguido de melhora

Os 15 primeiros minutos do jogo foram de maior posse de bola e pressão por parte do Botafogo. Sonolento, o Ceará demorou a pegar no tranco e via o adversário gostar do jogo. Só que, logo que se fez presente no ataque, o Vozão aproveitou a primeira falha carioca para abrir o placar. Aos 16 minutos, Vina bateu escanteio, o goleiro Diego Loureiro tentou agarrar a bola e não conseguiu. Ela sobrou na entrada da área e Pedro Naressi encheu o pé para marcar.

Apesar de não ter criado outras oportunidades claras, o Alvinegro cearense controlava o jogo, sem passar sustos. Mantinha a posse de bola no ataque, mas faltava um pouco mais de ímpeto para pressionar e fazer o segundo. Além disso, em boas jogadas que armou, faltou um capricho maior no último passe para ficar em condições de finalizar.

Queda de ritmo e expulsão

A etapa final começou com pressão do Ceará. Logo aos cinco minutos, Vina encontrou espaço e chutou com força para boa defesa do goleiro, que evitou o segundo tento do Vozão. Pouco tempo depois, aos 10 minutos, veio o balde de água fria. O árbitro marcou pênalti para o Botafogo após Klaus tocar a bola com o braço dentro da área. Na cobrança, Matheus Babi deslocou Richard e empatou.

Os visitantes cresceram na partida e chegaram a colocar uma bola na trave direita de Richard, em chute de Kayque na entrada da área, aos 16. Tentando ainda se reencontrar na partida, sem o mesmo domínio dos primeiros 45 minutos, o Ceará poderia ter empatado com Saulo Mineiro, aos 28. Porém, o atacante, dentro da área, isolou a bola.

Com a partida equilibrada, o Ceará teve Klaus expulso, após tomar o segundo amarelo aos 36 minutos, depois de parar contra-ataque do Botafogo com falta. Com a partida morna, parecia que o empate estava garantido. Mas não foi bem assim.

No apagar das luzes

Querendo jogo desde que entrou em campo, coube a Saulo Mineiro desempatar a partida. Aos 48, ele aproveitou bobeira da zaga carioca, ganhou a bola dentro da área e bateu cruzado para dar a vitória ao Vozão, que celebra sua melhor campanha na Série A de pontos corridos.

Ficha do jogo

Ceará

Richard; Eduardo, Gabriel Lacerda, Klaus e Kelvyn; Pedro Naressi (William Oliveira), Charles e Vina (Alan); Lima (Rick), Léo Chú (Saulo Mineiro) e Felipe Vizeu (Wescley). Técnico: Guto Ferreira.

Botafogo

Diego Loureiro; Kevin, Marcelo Benevenuto, Sousa e Hugo; Luiz Otávio (Lecaros), Kayque (Wendel) e Cesinha (Matheus Nascimento); Warley (Davi Araújo), Ênio e Matheus Babi (Rafael Navarro). Técnico: Lúcio Flávio.

Local: Arena Castelão, em Fortaleza-CE. Gols: Pedro Naressi, aos 16′ do 1ºT, e Saulo Mineiro, aos 48′ do 2ºT (CEA); Matheus Babi, aos 11 do 2ºT (BOT). Cartões amarelos: Klaus, Gabriel Lacerda e Pedro Naressi (CEA). Cartão vermelho: Klaus (CEA).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending