conecte-se conosco

BABahiaCopa do NordesteÚltimas

Dado convoca Matheus Teixeira no Bahia para duelo com o Botafogo-PB

Técnico afirmou também, em meio às baixas, que equipe para este sábado ‘não é a ideal’

Foto: Divulgação/ EC Bahia

Publicados

em

Após dias de recesso, a equipe principal do Bahia estreia na temporada neste sábado, diante do Botafogo-PB, às 18h15, no estádio Pituaçu, pela segunda rodada da Copa do Nordeste. E terá o reforço do goleiro Matheus Teixeira, único jogador da equipe de transição (usada no baiano) a ser relacionado para o confronto do Regional. E por uma questão de necessidade. 

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Bahia

Isso porque o jovem goleiro é a única opção para Douglas, titular absoluto da função – Mateus Claus se recupera de lesão e Anderson não teve o contrato renovado. Nas vésperas de enfrentar o Belo, Dado Cavalcanti falou sobre o planejamento entre os times.

LEIA: Bahia mira compra de Guilherme Rend, atualmente no Vitória

“Estamos usando a estratégia de tentar não dividir forças. Vamos tentar somar forças. A equipe de transição também tem um jogo importante domingo e viaja na sexta. Então, por logística e controle da Covid-19, temos tentado isolar um pouco mais um grupo do outro”, iniciou. 

“Para este jogo, vou trazer apenas Matheus Teixeira, pelo fato de goleiro ser uma posição que é essencial numa perspectiva de jogo. Então, inicialmente, a nossa intenção, para não desfalcar nossa equipe de transição e a gente manter duas equipes competitivas, é trazer o Matheus Teixeira”, acrescentou o treinador. 

A base do Bahia para enfrentar o Botafogo-PB, aliás, deve ser a mesma que encerrou a Série A, com o decréscimo de seis cinco (Anderson, Zeca, Ernando, Elton e Ronaldo) que deixaram o clube após o fim do contrato, além de Gabriel Novaes e Mateus Claus por questões clínicas, e Clayson, que o clube busca um destino. Desta forma, Dado Cavalcanti afirma que ainda não é o time ‘ideal’.

“Dá para fazer uma equipe competitiva, mas não é a ideal. Sabemos disso. Tivemos perdas significativas, de início três titulares. Mas a confiança nos jogadores é grande. Já tiveram participações efetivas, fizeram grandes jogos pelo Bahia. Mas também tenho a consciência e todos aqui internamente sabem disso que não é o ideal”, concluiu. 

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending