conecte-se conosco
Mozart, técnico do CSA Mozart, técnico do CSA

ALCopa do NordesteCSAÚltimas

Mozart lamenta eliminação do CSA no Nordestão, mas exalta entrega

Avatar

Publicados

em

O CSA foi valente, não se intimidou e cresceu de desempenho em relação ao seu último jogo, diante do Remo. Contudo, acabou perdendo para o Fortaleza por 2 a 1 e foi eliminado da Copa do Nordeste. Uma queda dolorida, onde o desempenho foi bem avaliado e ficou a sensação, para o treinador do Azulão, de que a equipe merecia mais. De qualquer forma, ele lamentou a desclassificação, mas tratou de exaltar o espírito de luta dos jogadores.

“Nós estamos tristes pela desclassificação, mas eu só vejo coisas positivas. Nós saímos atrás, conseguimos empatar e jogamos de igual pra igual contra um um adversário de Série A. Então, eu só vejo aspectos positivos. É óbvio que a gente sempre corrige na na vitória, nós já corrigimos, na derrota, nós também precisamos fazer uma uma autoavaliação e corrigir mas, particularmente, nessa partida, eu só vi aspectos positivo. A equipe brigou, lutou e tentou vencer, empatar e vencer o tempo todo. Infelizmente acabamos tomando dois gols de bola parada”, avaliou Mozart.

Atenções do CSA para o Campeonato Alagoano

Com as recentes eliminações na Copa do Nordeste e na Copa do Brasil, resta ao CSA somente o Estadual. Na competição, a equipe vinha usando bastante um time misto, com jogadores oriundos da base e outros atletas com menor minutagem na temporada. Mozart justificou que não usou o Campeonato Alagoano como laboratório para a temporada, nem deu menos importância à competição. Porém, pela grande sequência de jogo de caráter decisivo nos outros dois torneios, optou por mesclar a equipe no Estadual.

“Nós nunca encaramos o Alagoano como laboratório. É humanamente impossível fazer três, quatro jogos na semana com os mesmos jogadores. Basicamente é por isso que nós rodávamos o elenco no Alagoano. Porque é a segunda sequência de quatro jogos em dez dias que a gente faz. E incluindo as viagens que não são fáceis. São sempre viagens mais longas, então nós acabamos fazendo o rodízio da equipe e muitas vezes nós fomos com um time alternativo para o Alagoano. Mas em nenhum momento nós o usamos como laboratório. Então é a competição que nos resta. Vamos descansar e a partir de terça já tem jogo novamente”, finalizou o comandante do CSA.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending