conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

No Beira-Rio, Sport reage e arranca empate contra o Inter na estreia da Série A

Estreante, André saiu do banco e marcou um dos gols do Leão

Foto: Ricardo Duarte/ Internacional

Publicados

em

Eu um jogo de tempos distintos, o Sport estreou na Série A com empate em 2 a 2 diante do Internacional, na noite deste domingo, no estádio Beira-Rio. Após ir para o intervalo perdendo com gols de Edenilson e Lindoso, o Leão voltou melhor na etapa complementou e marcou com Thiago Neves e André, conquistando ponto importante.

E agora?

Fechando a abertura da Série A, o Rubro-negro aparece no meio da classificação, em oitavo. Agora, enfrenta o Atlético-MG, próximo domingo, na Ilha do Retiro.

O jogo – começo sufocado

O Inter começou com tudo, tentando pressionar o Sport e conseguiu chegar pelo lado direito da defesa rubro-negra, que tinha dois estreantes: Hayner e Paulinho Moccelin. Por ali, em oito minutos, foram três investidas, com Caio Vidal, em cruzamento cortado por Thyere; com Yuri Alberto, espalmado por Mailson para escanteio; e com Moises, que entrou na diagonal, mas bateu alto demais.

Leão não sai e o Inter, enfim, marcou

O Sport sequer conseguiu reter a posse de bola, seja em qualquer espaço do campo, com o percentual batendo míseros 19% nos 15 primeiros minutos. Inferior, seguiu pressionado pelo Colorado, que foi rondando a área em busca de espaço, ora tentando uma enfiada por dentro ou uma triangulação lateral. E, em um vacilo da defesa, o Rubro-negro acabou vazado.

Caio Vidal foi na linha de fundo e, observado por três marcadores, conseguiu fazer o cruzamento rasteiro para o meio da área. A bola passou por todo mundo e encontrou Mauricio, que foi derrubado por trás por Sander na marca do pênalti. Falta. Na penalidade máxima, Edenilson bateu bem e abriu o placar.

Sport consegue respirar, tenta sair, mas não tem criatividade

Depois do gol, o Leão viu o Internacional diminuir o ritmo e abaixar as linhas, o que fez, consequentemente, com que o Sport tivesse um pouco mais de bola. Porém, o Sport foi nulo com a posse e só conseguiu trocar passes na defesa, entre os zagueiros.

Isso porque, nas tentativas de avançar para o ataque, demonstrou pobreza criativa. Por dentro, o jogo não fluiu com os volantes e Thiago Neves foi discreto. Pelos lados, Hayner e Sander pecaram nas tomadas de decisões e execução de passes.

Desta forma, a única chegada do Sport foi em uma falta frontal cruzada na área, onde Sabino cabeceou no canto, mas parou em Lomba. No retobe, Thyere finalizou, com o goleiro caído, mas de novo parou em Lomba, que defendeu com os pés.

Sport volta a sofrer e leva o segundo

Na reta final do primeiro tempo, o Rubro-negro voltou a ser pressionado pelo Internacional. E bastou uma investida para levar o segundo gol. Em escanteio cobrado, a defesa leonina cochilou e Lindoso subiu livre, na pequena área, para marcar o segundo, aos 44 minutos.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Sport volta com mudanças no ataque, promovendo a estreia de André e entrada de Marquinhos. E o Leão até conseguiu reter a bola no ataque e rondar a área, mais na vontade e gás novo do que propriamente na organização, diante de um Internacional que posicionou-se mais recuado, marcando em bloco baixo, apoiado na vantagem.

Sport diminui

Demonstrando dificuldade para infiltrar, apesar da posse no campo ofensivo, o Leão chegou ao gol em cobrança de pênalti – após cruzamento rasteiro da direita, Thiago Neves dominou e fez o pivô com o passe para trás, mas a bola foi interceptada com o braço pela defesa gaúcha. Na bola, o próprio Thiago Neves bateu bem para diminuir, aos 14 minutos.

Cenário melhora na reta final

De imediato, o gol não mudou o panorama de imediato, que permaneceu com o Sport rondando a área, mas sem conseguir criar, e o Internacional tentando administrar. Porém, na reta final do jogo, o Leão se mandou para o ataque e cresceu, com novas mudanças de Louzer, que deram gás novo.

Primeiro, Maxwell entrou cara a cara duas vezes, mas desperdiçou. Primeiro, recebeu lançamento na diagonal esquerda e chutou cruzado, mas a bola foi para fora. Depois, foi acionado em profundidade por Gustavo – que também entrou muito bem – e, livre com Lomba bateu mal demais, fraco, em cima do goleiro.

Leão empata

Tentando criar e infiltrando, o Sport, enfim, chegou ao empate. Em tentativa de enfiada de Gustavo, a bola foi desviada e sobrou para André, livre, na grande que área, que só teve o trabalho de deslocar Lomba para deixar tudo igual, aos 41 minutos, empatando e dando números finais ao jogo.

Ficha

Internacional 2

Marcelo Lomba; Saravia, Lucas Ribeiro, Cuesta, Moisés; Rodrigo Lindoso, Edenilson (Nonato), Mauricio (Praxedes), Taison; Yuri Alberto e Caio Vidal (Patrick). Técnico: Ángel Ramírez

Sport 2

Mailson; Hayner, Thyere, Sabino, Sander (Marquinhos); Marcão, Ricardinho, Júnior Tavares, Thiago Neves (Gustavo); Mikael (André) e Paulinho Moccelin. Técnico: Umberto Louzer

Local: Beira-Rio, Porto Alegre
Gols: Edenilson e Rodrigo Lindoso (INT); Thiago Neves e André (SPO)
Cartões amarelos: Moisés, Mauricio (INT); Rafael Thyere (SPO)

Ouça a partir do minuto 84′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending