conecte-se conosco
Juan Pablo Vojvoda, técnico do Fortaleza Juan Pablo Vojvoda, técnico do Fortaleza

CECopa do BrasilFortalezaÚltimas

Apesar do empate, Vojvoda elogia segundo tempo do Fortaleza

Foto: TV Leão/Reprodução

Publicados

em

Na análise do técnico Juan Pablo Vojvoda, o Fortaleza fez um bom segundo tempo no clássico contra o Ceará, pela Copa do Brasil. Apesar do empate por 1×1, o treinador elogiou a postura da equipe e ressaltou que a etapa inicial não deu as condições para que a sua equipe pudesse mostrar o melhor futebol.

“Um jogo, em resumo, muito disputado, principalmente no primeiro tempo. Creio que, no primeiro tempo, não houve ritmo de jogo. No segundo tempo, gostei da dinâmica, do funcionamento, se via um Fortaleza que queria ganhar o jogo. Logicamente, o rival tinha espaços para poder aproveitar através de transições ofensivas, mas creio que o Fortaleza fez, principalmente, um bom segundo tempo”, disse o treinador.

“No primeiro tempo, não tivemos ritmo de jogo, volto a repetir. No segundo tempo, o Fortaleza teve a posse de bola. É muito difícil, contra um rival bem fechado, encontrar os espaços para gerar situações de gol. Creio que o Fortaleza teve a mobilidade e a versatilidade para poder ter a posse de bola e, dessa maneira, chegar ao empate”, completou a análise.

Vojvoda ainda explicou a escalação da equipe com apenas um zagueiro de origem e uma linha inicial com três na defesa, também com Tinga e Bruno Melo. A opção foi pelo desfalque de Marcelo Benevenuto e pela estratégia do jogo.

“Não podíamos contar hoje com Marcelo Benevenuto. Então, tínhamos que contar com outro zagueiro e eu optei e decidi por Bruno Melo. Luiz Henrique, creio que poderia dar variações e versatilidade pelo lado esquerdo, tanto por fora quanto por dentro. São decisões que assumo”, pontuou.

Ouça a partir do minuto 01′:

Trending