conecte-se conosco
Gabriel Tonini, volante do CSA Gabriel Tonini, volante do CSA

ALCSASérie BÚltimas

CSA finda jejum de gols, mas perde chances e empata com Guarani na Série B

Foto: Augusto Oliveira/CSA

Publicados

em

Após três partidas e um tempo inteiro, o CSA finalmente balançou as redes na Série B. Porém, as várias chances desperdiçadas ao longo da partida, além de um tento mal anulado, fez com que a equipe empatasse em 1 a 1 com o Guarani dentro do estádio Rei Pelé, nesta terça (15). Os gols da partida foram marcados por Silvinho, para o Azulão, e Bidu, para o Bugre.

O CSA volta a campo no próximo domingo contra o Londrina-PR, às 20h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió-AL. Já o Guarani recebe a Ponte Preta no derby de Campinas, no sábado, às 18h30, no Brinco de Ouro da Princesa.

Primeiro tempo equilibrado

Os 45 minutos iniciais demonstraram um equilíbrio entre as duas equipes, com o CSA um pouco melhor por ter chegado com mais perigo em suas finalizações. Por outro lado, o Guarani conseguiu ter uma liberdade maior para trocar passes no campo de ataque e chegar na área do Azulão, mas pecava bastante no último passe e na finalização. A primeira grande oportunidade da partida aconteceu aos 20 minutos, quando o Bugre chegou com Matheus Davó. O atacante recebeu dentro da área, girou rápido e mandou a bola na trave.

Depois do susto, o CSA começou a acordar. Aos 23 minutos, Kevyn arriscou de fora da área e o goleiro Gabriel Mesquita apareceu bem, espalmando para escanteio. Ganhando campo para atacar, principalmente no lado esquerdo, através da dupla Kevyn e Iury, o Azulão incomodava a defesa alviverde. Com isso, as atenções se voltaram para essa ponta e o outro lado ficou descoberto. Assim, após grande passe de Dellatorre, Yago César recebeu em profundidade, nas costas da zaga aos 39 minutos. Cara a cara com o goleiro, ele tirou demais e a bola passou para fora.

Correria e gols

A segunda etapa veio com o CSA apresentando maior ímpeto. Em cima, querendo acabar com o jejum de gols na Série B, a equipe alagoana já tentava pressionar nas suas escapadas pelas pontas. Só que, diferentemente do que aparentava o cenário, quem abriu o placar foi o Guarani. Aos seis minutos, Bidu desceu com liberdade pela esquerda e, quase na quina de grande área, bateu cruzado e rasteiro. O goleiro Raul demorou a ir na bola e não conseguiu evitar o tento adversário.

Em cima do Bugre, o Azulão não se dava por vencido e também procurava espaço. O nervosismo atrapalhava as jogadas, mas, enfim, o gol saiu. Aos 21, Gabriel cruzou bem pelo lado direito e Silvinho apareceu bem na segunda trave para escorar e marcar. Daí em diante, aconteceu uma verdadeira blitz dos donos da casa por, pelo menos, 10 minutos.

Aos 23, após sobra dentro da área, Matheus Felipe mandou para as redes estando em posição irregular, bem marcada pelo assistente. Contudo, aos 25, um novo tento anulado gerou muita reclamação do CSA. Depois de chute mascado de Silvinho, a bola sobrou para Dellatorre, que driblou o goleiro e fez. Porém, no meio do caminho, o zagueiro Bruno Silva tentou o domínio e errou, sobrando assim para o camisa nove do CSA. Gol invalidado mesmo assim.

No restante da partida, apesar de apertar o Guarani – que se fechou mais após substituições -, o Azulão não conseguiu levar o mesmo perigo e esbarrava na forte marcação da defesa bugrina. Assim, o placar permaneceu inalterado, apesar de, no geral, o CSA ter merecido melhor sorte na partida.

Ficha do jogo

CSA (1)

Raul; Norberto (Cristovam), Lucão, Matheus Felipe e Kevyn (Victor Costa); Gabriel Tonini, (Giva Santos), Nadson (Silvinho) e Gabriel; Yago César (Marco Túlio), Iury e Dellatorre. Técnico: Bruno Pivetti.

Guarani (1)

Gabriel Mesquita; Diogo Mateus, Ian Carlo (Pablo), Carlão e Bidu; Bruno Silva, Índio, Tony (Eliel), Bruno Sávio (Allanzinho) e Matheus Souza (Titi); Matheus Davó (Lucão). Técnico: Daniel Paulista.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL.

Árbitro: Luiz Augusto Silveira Tisne (SC).

Assistentes: Kléber Lucio Gil e Thiaggo Americano Labes (ambos SC).

Gols: Silvinho, aos 21′ do 2ºT (CSA); Bidu, aos 6′ do 2ºT (GUA).

Cartões amarelos: Dellatorre, Lucas Dias e Iury (CSA); Bidu, Bruno Sávio, Bruno Silva e Eliel (GUA).

Ouça a partir do minuto 57′:

Trending