conecte-se conosco

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza beija a trave nos acréscimos, empata com Atlético-GO, mas se mantém líder

Foto: Bruno Corsino/ACG

Publicados

em

O fim de um aproveitamento de 100%, mas a permanência na ponta do Brasileiro. Após três rodadas com vitória, o Fortaleza teve sua sequência de triunfos interrompida ao empatar em 0 a 0 com o Atlético-GO, na noite desta quinta-feira, pela quarta rodada da Série A. O Tricolor fez um primeiro tempo movimentado no Antônio Accioly, beijou a trave já nos acréscimos, com cobrança de falta de Robson, mas não alterou o placar. Mesmo assim, o Leão do Pici segue invicto e líder do campeonato, com 10 ponto somados. Na próxima rodada, os cearenses voltam a campo diante do Fluminense, no Castelão, no domingo (20), às 18h15.

Fortaleza cria, mas para em Fernando Miguel

Fortaleza e Atlético fizeram um primeiro tempo bastante movimentado no Antônio Accioly, mas o placar não foi alterado. O Leão do Pici, como vem fazendo neste início de Brasileiro, apostou na alta e forte marcação, chegou construir uma chance claríssima com Tinga, aos 19 minutos, após cobrança curta de escanteio e passe de Romarinho, mas Fernando Miguel fez uma grande defesa.

Equilibrado no jogo, o Dragão também não se intimidou e buscou o gol. Na primeira oportunidade que teve, João Paulo tocou para Janderson, que finalizou de primeira e a bola passou rente à trave de Felipe Alves. Depois, com novamente participação de João Paulo, o meia saiu cara a cara com o gol, mas pecou na hora de decidir, finalizando em cima de Marcelo Benevenuto.

Atlético-GO aperta, mas não consegue furar bloqueio do Fortaleza, que recua

Logo no primeiro lance da partida, em menos de um minuto, o Atlético-GO mostrou a que veio. Natanael avançou na entrada da grande área, batendo no canto, mas a bola desviou em Benevenuto e foi para fora. Três minutos depois, foi a vez do Fortaleza aparecer no jogo – em uma rara oportunidade na etapa complementar. Pikachu recebeu lançamento, Romarinho dominou e sofreu falta de Wilian Maranhão. O árbitro chegou a marcar o pênalti, mas voltou atrás porque o assistente assinalou impedimento.

Vendo o Fortaleza recuado, o Atlético-GO seguiu pressionando e criou mais quatro oportunidades para sair em vantagem, mas pecou muito na tomada de decisão. Primeiro, com Janderson finalizando praticamente em cima de Felipe Alves, aos 23, e depois com o próprio goleiro do Leão saindo da área para marcar os jogadores do Dragão. Já nos acréscimos, o Tricolor do Pici se lançou ao ataque e, no apagar das luzes, por muito pouco não conseguiu decretar o gol do triunfo. Robson bateu falta perto da área e parou no travessão de Fernando Miguel.

Ficha do jogo

Atlético-GO 0

Fernando Miguel, Dudu, Nathan, Oliveira e Igor Cariús (Arthur Gomes); Willian Maranhão, Marlon Freitas e Janderson (André Luís); João Paulo, Natanael e Zé Roberto (Lucão). Técnico: Eduardo Barroca.

Fortaleza 0

Felipe Alves, Tinga, Benevenuto, Titi e Carlinhos (Luiz Henrique); Ederson, Felipe e Matheus Vargas; Pikachu, Wellington Paulista (David) e Romarinho (Robson). Técnico: Vojvoda.

Local: Antônio Accioly
Árbitro: Douglas Schwengber da Silva (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiesdorf Flor (RS)
Cartões amarelos: Igor Cariús (A), Natanael (A), Felipe (F), Wilian Maranhão (A), Felipe (F)

Ouça a partir do minuto 146′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending