conecte-se conosco
Vojvoda lamentou primeiro tempo ruim do Fortaleza Vojvoda lamentou primeiro tempo ruim do Fortaleza

CEFortalezaSérie AÚltimas

Fortaleza: Vojvoda assume culpa por revés e destaca luta no 2º tempo

Foto: TV Leão/Reprodução

Publicados

em

O Fortaleza lutou bastante no segundo tempo diante do Flamengo, mas acabou derrotado por 2 a 1 após os 45 minutos iniciais serem ruins. Faltou intensidade para o Tricolor e a defesa esteve bastante exposta. No segundo tempo, algumas correções, principalmente de comportamento, foram feitas e mudou a cara do time. Na avaliação geral do que foi a partida no Maracanã, o técnico Juan Pablo Vojvoda vê a derrota como justa, e chama para si a responsabilidade da má atuação no primeiro tempo. Ainda assim, ele elogiou bastante a mudança que o Tricolor apresentou na etapa final.

“A derrota pode ser justa. No primeiro tempo o Flamengo jogou mais que o Fortaleza. No segundo tempo me agradou a atitude de querer reverter a situação. Eu acredito que foi porque não soubemos jogar os primeiros 45 minutos, e eu sou responsável por isso. O primeiro tempo teve muitos erros nossos, erramos muitos passes no começo e nossa intensidade não foi boa. Se não tivermos intensidade, somos uma equipe normal. Nós, com intensidade, dinâmica e acreditando que é possível, somos uma equipe competitiva”, avaliou o comandante do Leão.

Ainda na análise de Vojvoda, o Fortaleza sentiu a pressão rubro-negra na sua saída de bola. Tanto que acabou cedendo a bola ao adversário na intermediária, gerando lances de muito perigo, incluindo o primeiro gol carioca, após Felipe perder a bola dentro da área para Bruno Henrique. De qualquer forma, o fato de ter corrigido esses problemas para a etapa final e ter jogado de igual para igual com o atual bicampeão brasileiro, é um fato importante a se extrair dessa partida.

“O primeiro tempo teve um Flamengo que manejou a bola, tendo uma boa posse e criando situações de gol. O Fortaleza não encontrava caminhos para resolver a situação. Tivemos só uma situação de gol, com o Pikachu. No segundo tempo fomos diferentes do primeiro tempo. Fomos mais intensos. Buscamos o gol desde o primeiro minuto, conseguimos, e seguimos buscando. Logicamente, o Fortaleza deixa espaços por trás e o Flamengo tem uma equipe que, com espaços, é muito difícil (de enfrentar). Mas pudemos jogar de igual para igual até o último minuto e isso é muito importante para a nossa equipe”, concluiu o argentino.

Confira a coletiva do técnico do Fortaleza

Ouça a partir do minuto 54′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending